Cartaz de cinema

Diário do Curtas de Vila do Conde 2021: quarto dia - regresso ao cinema de Lentzou

Publicado em 20 Jul. 2021 às 18:57, por Pedro Sesinando, em Notícias de cinema (Temas: Cinema Europeu, Festivais de cinema)

Diário do Curtas de Vila do Conde 2021: quarto dia - regresso ao cinema de Lentzou

Espaço para a primeira longa-metragem de Jacqueline Lentzou, um dos nomes destacados desta edição do festival.

No quarto dia do Curtas de Vila do Conde espaço novamente a um dos nomes destacados desta edição do festival, Jacqueline Lentzou, e à sua primeira longa-metragem, "Moon, 66 questions", que esteve em competição na Berlinale. O filme segue Artemis, jovem grega emigrada em França que se vê forçada a regressar a Atenas para cuidar do pai, Paris, acometido por uma doença degenerativa, após um longo período de distanciamento entre os dois.

Tal como nas suas curtas, Lentzou volta a dar ênfase ao passado das relações, levando-nos a intuir rapidamente razões para a distância emocional entre pai e filha. A partir daí, acompanhamos Artemis a assimilar a sua nova condição de cuidadora ao mesmo tempo que subentendemos um processo paralelo de infantilização por estar de volta a casa. Para tal, muito contribuem os longos planos a acompanhar Artemis (excelente Sofia Kokkali) quando está sozinha, ora a reproduzir diálogos de infância nos jantares de família, ora mimetizando os movimentos precários que vê no pai.

Lentzou tira partido do formato longo para nos abrir mais o jogo relativamente ao passado de Paris, por quem até ali não tínhamos total empatia para lá da crueldade da doença, deixando o processo de evolução emocional praticamente focado apenas na personagem de Artemis.

Embora se notem algumas dores de crescimento na mudança de formato, de curta para longa, "Moon, 66 Questions" é um filme bem construído que confirma a ideia de que Jacqueline Lentzou é um nome de futuro.

Curtas Vila do Conde 2021