Cartaz de cinema

Preso o suspeito de roubar estátua de Marilyn Monroe em Hollywood

Publicado em 23 Jun. 2019 às 10:33, por , em Notícias de cinema (Temas: Indústria cinematográfica, Bastidores)

Preso o suspeito de roubar estátua de Marilyn Monroe em Hollywood

O detido é a mesma pessoa condenada em 2018 por vandalizar a estrela de Donald Trump no Passeio da Fama.

Um suspeito do roubo da estátua de Marilyn Monroe em Hollywood foi detido este sábado pela polícia de Los Angeles.

O detido é Austin Mikel Clay, de 25 anos, condenado em 2018 por ter destruído a estrela de Donald Trump no Passeio da Fama com uma picareta. Na altura, Clay recebeu como sentença um dia na prisão, três anos de pena suspensa, 20 dias de trabalho comunitário e a obrigatoriedade de obter apoio psicológico. Foi ainda condenado a pagar quase 9.500 dólares à Câmara de Comércio de Hollywood, proprietária do local vandalizado.

Na madrugada de 17 para 18 de junho, Clay terá subido à estrutura conhecida como The Four Ladies of Hollywood Gazebo, que delimita um dos lados do Passeio da Fama, em Hollywood. Depois, alegadamente, serrou a figura de Marilyn Monroe que se encontrava no topo.

O comandante da divisão de Hollywood da Polícia de Los Angeles anunciou a detenção:

Inaugurada em 1994, a pedido de uma agência local de desenvolvimento, The Four Ladies of Hollywood Gazebo tem como objetivo homenagear o papel das mulheres de diferentes etnias em Hollywood. Dela fazem parte as figuras das atrizes Dolores Del Rio, Dorothy Dandridge, Mae West e Anna May Wong que suportam uma estrutura onde é visível a palavra "Hollywood". No cimo encontrava-se, até há sete dias, a típica figura de Marilyn Monroe de saia esvoaçante.

O Variety adianta que a polícia usou imagens de câmeras de vigilância para seguir os passos do suspeito. Após ter serrado a estátua, foi visto a entrar num hotel com outro homem. Posteriormente, ter-se-ão encontrado com um casal que as autoridades também estão a investigar.