Cartaz de cinema

Os esquecidos e as surpresas nas nomeações para os Oscars

Publicado em 16 Jan. 2014 às 23:21, por , em Notícias de cinema (Temas: Temporada de prémios, Oscars)

Os esquecidos e as surpresas nas nomeações para os Oscars

A lista dos nomes e títulos com os quais a Academia decepcionou ou surpreendeu cinéfilos de todo o mundo.

No rescaldo do anúncio dos nomeados para a 86ª edição dos Oscars, é chegada a altura de analisar quem ficou de fora dos escolhidos na corrida às estatuetas douradas.

Dos esquecidos entre os nomeados, eis os casos menos esperados:

The Butler

Forest Whitaker e Oprah Winfrey, por "O Mordomo"

Vítimas da completa ausência do filme de Lee Daniels entre os nomeados, a maior notoriedade vai para a atriz norte-americana, que apresenta aqui o seu melhor trabalho desde "A Cor Púrpura" (realizado em 1985 por Steven Spielberg) e a quem nem lhe valheu a nomeação para o Globo de Ouro.

Quando Tudo Está Perdido / All Is Lost (2013)

Robert Redford, por "Quando Tudo Está Perdido"

A sua corajosa e física interpretação a solo, no papel de um velho marinheiro a lutar pela sobrevivência em alto mar, não convenceu a Academia. Isso e a fraca campanha empreendida pela Lionsgate para promover – e que Redford condenou publicamente – contribuiram para a ausência de um dos atores mais experientes e respeitados da atualidade.

Saving Mr. Banks

Tom Hanks, por "Capitão Phillips" e "Ao Encontro do Sr. Banks"

Outro "homem perdido no mar" que a Academia não quis nomear, talvez pelo facto de já ter ganho dois Oscars. No entanto, Hanks não é nomeado há treze anos, e a sua interpretação em "Capitão Phillips" parecia ser uma das apostas mais seguras para este ano.

Her

Joaquin Phoenix, por "Uma História de Amor"

A curiosidade de desempenhar um escritor solitário que se apaixona pela voz de um sistema operativo informático não convenceu os membros da Academia, assinalando assim novos capítulos para a história da relação algo "problemática" entre Phoenix e os Oscars.

Rush

Daniel Brühl, por "Duelo de Rivais"

Ver o ator no filme de Ron Howard assemelhou-se ao mesmo que observar Niki Lauda nas pistas de Fórmula 1 nos anos 70. Mesmo assim, Brühl (e o próprio "Duelo de Rivais", mesmo nas categorias técnicas) ficou de fora dos candidatos ao Oscar para Ator Secundário.

Por outro lado, o anúncio dos nomeados aos Oscars proporcionou algumas surpresas:

Filomena / Philomena (2013)

"Filomena"

Este pequeno drama britânico surge entre os nove nomeados para Melhor Filme, e é sem dúvida produto dos esforços de Harvey Weinstein, o executivo de Hollywood cujo nome é suficiente para elevar qualquer título a candidato ao Oscar.

The Wolf of Wall Street

Jonah Hill, por "O Lobo de Wall Street"

Pouco fazia prever a presença do "adjunto" de Leonardo DiCaprio no filme de Martin Scorsese, pois o ator tem estado virtualmente desaparecido (incluindo Globos de Ouro e Sindicato de Atores) na atual temporada de prémios cinematográficos.

American Hustle

Amy Adams, por "Golpada Americana"

Rápida e silenciosa, e com um Globo de Ouro pelo caminho, Adams construiu uma sólida candidatura ao Oscar de Melhor Atriz – e a sua quinta nomeação em sete anos.