Cartaz de cinema

Saiba onde pode ver o Festival Internacional de Cinema de Marvão e Valência de Alcântara

Publicado em 30 Jul. 2018 às 20:40, por , em Notícias de cinema (Temas: Festivais de cinema, Cinema Português, Cinema Europeu, Ciclos de cinema)

Saiba onde pode ver o Festival Internacional de Cinema de Marvão e Valência de Alcântara

O festival tem a particularidade de se realizar ao ar livre em diferentes aldeias e lugares históricos da raia luso-espanhola e acontecerá entre 10 e 20 de Agosto.

Estão já confirmadas as localizações onde se irão realizar as projecções ao ar livre da VI edição do Festival Internacional de Cinema de Marvão e Valência de Alcântara, com duas novidades.

Cedillo acolherá duas sessões especiais ainda antes do início oficial do Festival. Na localidade espanhola, a 8 de Agosto, será apresentado "Guadalquivir", de Joaquín Gutiérrez Acha, sobre o rio com o mesmo nome e a 9 de Agosto "Luna Grande. Un tango por García Lorca", de Juan José Ponce, sobre a segunda viagem do poeta à América do Sul.

A 12 de Agosto, o Festival chega a Castelo de Vide, com a exibição de "A Dama de Chandor", de Catarina Mourão, na Praça Dom Pedro V.

Estas duas novas localizações juntam-se assim a locais que já fazem parte da história do Festival.

O Pátio do Castelo de Marvão que, a 10 de Agosto, acolherá a Gala de Abertura do Festival, com a exibição em antestreia nacional de "Raiva", novo filme de Sérgio Tréfaut;

O Alentejo Sculpture Park, da Quinta no Barrieiro onde, a 11 de Agosto, serão apresentados os documentários "Garcia de Orta", que assinala os 450 anos da morte de Garcia D'Orta e "El Bosco - El Jardin de los Sueños" de José Luiz Lopez-Linares;

Porto da Espada, mais exactamente, no Largo Prof. Matos Godinho, que receberá a exibição de "Fátima", de João Canijo, a 13 de Agosto;

O Castelo de Valência de Alcântara será palco para a exibição do documentário "Samba", de Mariano Agudo, a 14 de Agosto;

A antiga Estação de Comboios da Beirã (hoje em dia desactivada), no dia 15 de Agosto permitirá ao público assistir a "O Outro Lado da Esperança", de Aki  Kaurismäki, em plenos carris de comboio.

La Fontañera, aldeia espanhola situada literalmente em cima da fronteira com Portugal, acolherá a projecção de "Te entiendo", de Victor Hugo Costa, sobre a cidade de Olivença, a 16 de Agosto.

O Bairro Gótico/Calle Cortizada em Valência de Alcántara, será o palco da exibição da cópia restaurada e comemorativa do 30º aniversário de "Cinema Paraíso", de Giuseppe Tornatore, a 17 de Agosto.

O Museu Lagar de Azeite de Galegos acolherá a exibição de "Gurumbé", de Miguel Ángel Rosales, a 18 de Agosto.

A calorosa viagem de Agnès Varda e do artista JR através da França rural de "Olhares, Lugares" será apresentada no fabuloso cenário da cidade romana de Ammaia a 19 de Agosto.

Finalmente, a 20 de Agosto, o Centro Cultural de Marvão exibirá o filme eleito pelo público do festival.

O Periferias conta, em Portugal, com os apoios da Câmara Municipal de Marvão, da Direcção Regional de Cultura do Alentejo e da Comissão de Coordenação Regional do Alentejo. Do lado espanhol, os principais apoios são os da Filmoteca da Extremadura, da Diputación de Cáceres e do Ayuntamiento de Valencia de Alcántara.