Cartaz de cinema

Quanto custam as séries de televisão?

Publicado em 28 Set. 2017 às 15:36, por , em Notícias de Televisão e Séries (Temas: Bastidores)

Quanto custam as séries de televisão?

Os preços estão a subir. Cada episódio da última temporada de "A Guerra dos Tronos" poderá custar quase 13 milhões de euros.

Cada um dos seis episódios finais da série de tv "A Guerra dos Tronos" custará perto de 13 milhões de euros, diz a norte-americana Variety. Estes e outros valores adiantados pela publicação baseiam-se em entrevistas a uma dúzia de executivos de grandes estúdios e canais de televisão que preferiram não ser identificados e dão conta de uma subida generalizada nos custos de produção.

O aumento no número de séries e o aparecimento de plataformas de distribuição como a Netflix, ou a Amazon, inflacionou os gastos com equipamentos e recursos humanos. Ao mesmo tempo, acrescentou dificuldades à rentabilização por parte dos canais tradicionais - dependentes da publicidade e dos serviços por subscrição. E como todos querem apresentar o melhor produto possível, o investimento em efeitos especiais, elencos, guarda-roupa e deslocações também disparou.

Séries de ficção desenvolvidas para os canais e plataformas digitais norte-americanas

  • 266 em 2011
  • 389 em 2014
  • 455 em 2016
  • +500 em 2017 (estimativa)

Fonte: FX Networks Research, agosto de 2016

Tudo isto leva-nos a pensar que o momento presente na televisão dos EUA, designado por "peak tv" a partir do verão de 2016 - altura em que o termo foi criado pelo CEO da FX Networks, John Landgraf - está a transformar-se a cada dia que passa numa bolha insustentável de centenas de programas a competirem por mercados finitos de espectadores, anunciantes e subscritores. E a próxima pergunta só poder ser: quando vai rebentar?

 

Custos das séries de televisão nos EUA

NCIS: Los Angeles

Canais generalistas tradicionais (ABC, CBS, NBC, FOX)

  • Séries dramáticas de primeira linha (pense em algo como "NCIS Los Angeles", ou "Anatomia de Grey") chegam a custar 4,2 a 6 milhões de euros por cada episódio de aproximadamente uma hora (há cinco anos o custo situava-se entre os 2,6 e 3,4 milhões).
  • As comédias andam nos 1,3 a 2,6 milhões de euros por 30 minutos de emissão (há cinco anos, o custo era de 850 mil a 1,3 milhões de euros). No limite dos limites está "A Teoria do Big Bang" que viu os últimos episódios chegarem a uns inimagináveis 8,5 milhões de euros, muito por culpa dos salários dos protagonistas.

Netflix

  • Cada episódio da primeira temporada de "Stranger Things" custou 5,1 milhões de euros. Na segunda temporada, o preço será de 6,8 milhões de euros.
  • O luxo de "The Crown" custa 8,5 milhões de euros por episódio.
  • "House of Cards" fica bem mais em conta: 3,8 milhões de euros/episódio.

Amazon

  • O drama de ação "Jack Ryan" custará 6,8 milhões de euros por episódio.
  • A comédia de super-heróis "Tick" fica a 4,2 milhões de euros por cada episódio de meia-hora.

HBO

  • Cada episódio de "A Guerra dos Tronos" começou por custar uns razoáveis 5 milhões de euros. Na oitava temporada, o orçamento mais do que duplicou para os 13 milhões (custo idêntico ao de um filme médio para cinema).
  • A primeira temporada de "Westworld" terá custado 8,5 milhões de euros por episódio, em parte graças à quantidade de efeitos especiais.

Starz

  • O preço anunciado de cada episódio de "American Gods" é de 6,8 milhões de euros.

FX

  • O produto mais caro do canal é "American Crime Story" (5 milhões de euros/episódio). Média ronda os 3 a 4 mihões de euros.

AMC

  • Então e quanto custa a série dos zombies? Não se sabe bem. Frank Darabont queixou-se publicamente dos cortes entre a primeira e a segunda temporada que resultaram nos aborrecidos episódios com o elenco preso à quinta de Hershel. O antigo produtor executivo afirma que os produtores reduziram o orçamento de 2,8 milhões para 2,3 milhões de euros e fez acusações de que teriam embolsado os incentivos fiscais dados pelo estado da Georgia em vez de os aplicarem na série. Algo parece certo, os mortos-vivos são bem mais em conta do que os dragões e os caminhantes brancos de Westeros...