Cartaz de cinema

Paris-Roubaix: o inferno do norte chega domingo em direto no Eurosport

Publicado em 6 Abr. 2017 às 18:29, por , em Notícias de Televisão e Séries

Paris-Roubaix: o inferno do norte chega domingo em direto no Eurosport

A Paris-Roubaix é uma das mais antigas e emblemáticas clássicas da história, famosa pela sua dureza, devido ao grande número de setores de empedrado que os ciclistas enfrentam. Conhecida também como "Inferno do Norte", "Rainha das Clássicas", ou "Corrida da Páscoa", esta competição é a terceira dos "Cinco Monumentos" de ciclismo e a quarta e última das "Clássicas do Empedrado".

Criada em 1896, tinha inicialmente partida de Paris, estando a meta situada no Velódromo de Roubaix, nos arredores de Lille, cerca de 250 km depois. A partir de 1966, o local de partida mudou para Chantilly, a 50 km da capital francesa, voltando a ser alterado em 1977. Desde então, o arranque acontece em Compiègne, 80 km a Norte de Paris.

Para os amantes do ciclismo, esta é a grande oportunidade para ver alguns dos melhores do mundo por caminhos geralmente fechados ao trânsito nos restantes dias do ano.

Trouée d"Arenberg, Mons-en-Pévèle, Carrefour de l"Arbre ou Quiévy – Saint-Python são alguns dos setores com mais fama e história, pela extensão e estado do piso. Este ano, os organizadores acrescentaram mais dois – Briastre e Solesmes – para um total de 55km de empedrado nos 275km do percurso.

O que nunca muda é o enorme grau de imprevisibilidade devido ao terreno irregular, que pode provocar problemas mecânicos e quedas, agravado, de uma forma ou outra, pelas condições meteorológicas no dia da prova. Quando o sol brilha, os ciclistas têm grandes dificuldades de visibilidade devido à poeira, enquanto em dias de chuva, é a lama que mais lhes complica a vida, tornando o piso ainda mais escorregadio e traiçoeiro.

Em 2016, o triunfo pertenceu ao australiano Matthew Hayman, batendo ao sprint, no Velódromo de Roubaix, o belga Tom Boonen e o britânico Ian Stannard.

Este ano, Peter Sagan quererá corrigir a mão após a queda na Volta à Flandres e impor-se aos também favoritos Tom Boonen e John Degenkolb. Nuno Bico e Nélson Oliveira (Movistar) serão os únicos participantes portugueses.

A emissão em direto do "Inferno do Norte" começa a partir das 10 da manhã, no Eurosport 1, com os comentários a cargo de Luís Piçarra, Paulo Martins e Olivier Bonamici.