Cartaz de cinema

Palmarés Queer Lisboa 2019: filme brasileiro "Sócrates" vence festival

Publicado em 1 Out. 2019 às 10:30, por , em Notícias de cinema (Temas: Festivais de cinema)

Palmarés Queer Lisboa 2019: filme brasileiro "Sócrates" vence festival

A edição 2019 do Festival de Cinema Queer Lisboa premiou o filme "Sócrates", do realizador brasileiro Alexandre Moratto, como vencedor da competição de longas-metragens enquanto que nos documentários o triunfo coube a "Una Banda de Chicas" da argentina Marilina Giménez.

Na competição de curtas-metragens venceu "Parsi" (Argentina, Suíça, 2018), realizado por Eduardo Williams e Mariano Blatt.

De acordo com a organização, o Queer Lisboa 23 encerra com um acréscimo de espectadores em relação à edição anterior, tendo exibido 101 filmes de 36 países.

Na mesma ocasião foram anunciadas as datas da edição 2020, que terá lugar de 18 a 26 de setembro do próximo ano.

Palmarés

Competição de Longas-Metragens

Melhor Filme: Sócrates, de Alexandre Moratto (Brasil, 2018)

Menção Especial: Greta, de Armando Praça (Brasil, 2019)

Prémio do Público: Carmen y Lola, de Arantxa Echevarría (Espanha, 2018)

 

Competição de Documentários

Melhor Filme: Una Banda de Chicas, de Marilina Giménez (Argentina, 2018)

 Menção Especial: Ni d'Ève, ni d"Adam. Une Histoire Intersexe, de Floriane Devigne (França, Suíça, 2018)

Prémio do Público: Ni d'Ève, ni d"Adam. Une Histoire Intersexe, de Floriane Devigne (França, Suíça, 2018)

 

Competição de Curtas-Metragens

Melhor Filme : Parsi, de Eduardo Williams e Mariano Blatt (Argentina, Suíça, 2018)

Menção Especial: Ant-Man, de Viet Vu (Vietname, 2018)

Prémio do Público: Estamos Todos Aqui, de Chico Santos e Rafael Mellim (Brasil, 2018)

 

Competição In My Shorts

Melhor Filme (ex aequo): Constanza, de Melisa Liebenthal (França, Argentina, 2018) e Dante vs Mohammed Ali de Marc Wagenaar (Holanda, Bélgica, 2018)

 

Competição Queer Art

Melhor Filme: Normal, de Adele Tulli (Itália, Suécia 2019)