Cartaz de cinema

NOMA Azores: festival de cinema sobre direitos humanos anuncia primeiros filmes para 2021

Publicado em 21 Jun. 2021 às 12:39, por filmSPOT, em Notícias de cinema (Temas: Festivais de cinema)

NOMA Azores: festival de cinema sobre direitos humanos anuncia primeiros filmes para 2021

As migrações e a integração de comunidades em debate nas primeiras confirmações do NOMA Azores.

Foram conhecidas hoje as primeiras confirmações para o NOMA AZORES - Festival Internacional de Cinema de Direitos Humanos, a ter lugar em São Miguel entre 27 e 31 de julho. Os filmes anunciados hoje são três curtas que têm como foco a emigração, as condições de vida dos migrantes e as suas relações com as populações dos locais em que estão inseridos.

Sem carácter competitivo, o programa de curtas integra assim dois filmes internacionais, "Tahiti" e "La chambre", ambos da da franco-argelina Latifa Said, e um filme regional, "Novos Vizinhos: Um só Deus", de Bruno Correia.

O Festival deu também a conhecer ciclo de conversas complementar à programaçáo de cinema: a actriz Ana Lopes, a activista Carolina Brito, e o realizador e produtor Filipe Tavares, marcarão presença no Teatro Micaelense, a 27, 28 e 30 de julho, respectivamente.

Depois de um percurso como fotojornalista, Latifa Said estreou-se no cinema com "Jours intranquilles", curta escrita e realizada pela própria. Com um particular interesse pelos temas relacionados os direitos humanos, a realizadora traz aos Açores "Tahiti" (2018), integralmente rodada em Argel, sobre a vida de um emigrante ilegal dos Camarões, e "La chambre" (2019), um olhar sobre a integração dos emigrantes do Maghreb em França. No plano nacional, reposição em grande ecrã de "Novos Vizinhos: Um só Deus", do açoriano Bruno Correia. Estreada na RTP, a curta-metragem acompanha o surgimento da primeira mesquita do Atlântico Norte, localizada na baixa de Ponta Delgada, no Arquipélago dos Açores. Apesar de todas as diferenças visíveis entre os muçulmanos e a comunidade local, um vizinho da mesquita, ele próprio perdido numa existência solitária, ousa descobrir semelhanças entre as crenças espirituais de muçulmanos e cristãos.

O NOMA Azores é promovido pela Câmara Municipal de Ponta Delgada e acontece no Teatro Micaelense em julho. O programa final será anunciado no início do próximo mês.

Curtas Vila do Conde 2021