Cartaz de cinema

Netflix começa a abrir o jogo e divulga mais dados de audiência

Publicado em 18 Jul. 2019 às 19:09, por filmSPOT, em Notícias de Televisão e Séries

Netflix começa a abrir o jogo e divulga mais dados de audiência

De acordo com números da empresa, "Orange is the New Black" é o programa original da Netflix mais visto de sempre.

A série "When They See Us", de Ava DuVernay, recentemente nomeada para 16 Emmys, sobre cinco jovens presos injustamente em Nova Iorque, teve 25 milhões de pessoas em todo o mundo a verem pelo menos um episódio durante as primeiras quatro semanas em que ficou disponível na plataforma, informou a plataforma de streaming Netflix no relatório e contas do segundo trimestre de 2019 citado no The Hollywood Reporter.

Num artigo do Variety, a responsável pela programação original lançou outra informação preciosa: "Orange is the New Black" é a série original de maior audiência na história da Netflix com 105 milhões de pessoas a nível planetário a terem visto pelo menos um episódio.

Mas o relatório e contas incluia mais dados... "Dead to Me", comédia com Christina Applegate e Linda Cardellini, recebeu 30 milhões de visitas. Da mesma forma "The Umbrella Academy" teve 45 milhões de visualizações, "Sex Education and You" 40 milhões e "Our Planet" passou a ser o documentário mais visto de sempre na Netflix com 33 milhões de espectadores em quatro semanas, tudo valores a nível global.

Quanto ao grande sucesso da Netflix em termos de séries, "Stranger Things", sabe-se apenas, através da Nielsen Ratings, que chegou aos 40 milhões de espectadores em todo o mundo nos primeiros quatro dias.

Outros números de audiência que constam do relatório e contas do segundo trimestre de 2019 incluem:

"Murder Mistery", filme com Adam Sandler e Jennifer Anniston, 73 milhões de espectadores em quatro semanas; "The Perfect Date", com Noah Centineo, 48 milhões de espectadores em quatro semanas; e "Always Be My Maybe", com Ali Wong e Randall Park, 32 milhões.

Talvez por pressão da parte de atores, realizadores, produtores e restantes técnicos, que exigem mais transparência de forma a assumirem maior controlo sobre as suas remunerações, ou porque está para chegar forte concorrência por parte da Warner e, sobretudo, da Disney, a verdade é que a Netflix, sempre bastante discreta quanto aos números de audiência dos seus programas, tem vindo, aos poucos, a abrir o jogo.