Cartaz de cinema

Filme brasileiro vence a edição 2016 do festival de cinema Queer Lisboa

Publicado em 25 Set. 2016 às 10:46, por , em Notícias de cinema (Temas: Festivais de cinema)

Filme brasileiro vence a edição 2016 do festival de cinema Queer Lisboa

"Antes O Tempo Não Acabava", filme brasileiro de Sérgio Andrade e Fábio Baldo venceu a categoria principal, de longas-metragens na edição 2016 do Festival de Cinema Queer Lisboa.

Segundo o júri, o prémio foi atribuído "pela sua abordagem complexa do que um filme queer pode ser" e por ser uma obra que "questiona de um ponto de vista sexual, geográfico, cultural, étnico e politico e evita quaisquer estereótipos."

A sessão de encerramento teve lugar na noite de sábado na Sala Manoel de Oliveira do Cinema São Jorge, onde foram anunciados os prémios da Competição de Longas-Metragens, da Competição de Documentários, Competição de Curtas-Metragens, Competição In My Shorts, que distingue o Melhor Filme de Escola, Competição Queer Art, bem como as escolhas do público.

O palmarés completo foi o seguinte:

Competição de Longas-Metragens

Melhor Longa-Metragem: Antes O Tempo Não Acabava (Brasil, 2015) de Sérgio Andrade e Fábio Baldo

Melhor Atriz: Julia Lübbert, em Rara (Chile, 2016), de Pepa San Martín

Melhor Ator: Anderson Tikuna, em Antes O Tempo Não Acabava (Brasil, 2015)

Prémio do Público: Rara (Chile, 2016), de Pepa San Martín

Competição de Documentários

Melhor Documentário: Irrawaddy Mon Amour (Itália, 2015), de Valeria Testagrossa, Nicola Grignani, Andrea Zambelli

Menção Especial do Júri: Coming Out (EUA, 2015), de Alden Peters

Prémio do Público: Waiting for B. (Brasil, 2015), de Paulo César Toledo e Abigail Spindel

Competição de Curtas-Metragens

Melhor Curta-Metragem: 1992 (França, 2015), de Anthony Doncque

Menção Especial do Júri: Como En Arcadia (Espanha, 2015), de Jordi Estrada

Prémio do Público: Pink Boy (EUA, 2015), de Erick Rockey

Competição In My Shorts

Prémio Melhor Curta-Metragem de Escola: Children, Madonna and Child, Death and Transfiguration (Portugal, 2016), de Ricardo Vieira Lisboa

Menção Especial do Júri: Climax (Suíça, 2015), de Fulvio Balmer Rebullida, e La Tana (Itália, 2015), de Lorenzo Caproni

Competição Queer Art

Melhor Filme: A Paixão de JL (Brasil, 2015), de Carlos Nader

Menção Especial do Júri: Trilogie de nos vies défaites (França, Holanda, Bélgica, 2016), de Vincent Dieutre

O Queer Lisboa 20 encerra após ter exibido 114 filmes de 28 países diferentes. A próxima edição, o Queer Lisboa 21, terá lugar entre 15 e 23 de setembro de 2017.