Cartaz de cinema

Eurosport convida os mais pequenos a comentar eventos desportivos no Dia da Criança

Publicado em 30 Mai. 2019 às 14:33, por filmSPOT, em Notícias de Televisão e Séries

Eurosport convida os mais pequenos a comentar eventos desportivos no Dia da Criança

Este sábado, crianças praticantes de três desportos vão comentar a Volta à Itália, Roland Garros e um torneio de golfe profissional.

Este sábado, o Eurosport assinala o Dia Mundial da Criança com uma iniciativa inédita. O canal convidou três crianças desportistas para comentarem as provas das modalidades que mais gostam.

Durante a sessão da manhã de Roland Garros, o Eurosport terá a presença nos seus estúdios de Maria Carneiro para comentar as principais incidências da jornada junto com o jornalista Hugo Ribeiro. Maria Carneio tem nove anos e joga ténis desde os cinco. Atualmente, compete pelo CIF tendo como principal destaque no currículo a conquista do Mini Tour Sub-10 da Associação de Ténis de Lisboa.

A partir das 12h00, arranca a emissão da 20ª e penúltima etapa do Giro d"Italia. Um dia importantíssimo para saber quem conquista a camisola rosa. A equipa de comentadores Luís Piçarra, Paulo Martins e Olivier Bonamici vai ter o reforço de uma "jovem promessa" do ciclismo: João Silva,  atleta de 12 anos do Centro Ciclista Azeitonense que compete desde os sete e tem duas paixões: o ciclismo de estrada e o BTT.

O golfe ganha espaço no Eurosport 2 a partir das 20h00, com a transmissão da 3ª ronda do The Memorial Tournament, prova do PGA TOUR. O habitual comentador do canal, Rodrigo Cordoeiro, será acompanhado na cabine por Miguel Leal, golfista de apenas 10 anos das escolas de golfe no Jamor da Federação Portuguesa de Golfe.

Apesar de ter começado a jogar com há apenas três anos conta com a proeza de ter conquistado 3 Ordens de Mérito consecutivas em torneios organizados pela escola do Jamor.

O Dia Mundial da Criança foi comemorado pela primeira vez em 1950 por iniciativa das Nações Unidas, com o objetivo de chamar a atenção para os problemas que as crianças então enfrentavam.

Nesse dia, os Estados-Membros reconheceram que todas as crianças, independentemente da raça, cor, religião, origem social, país de origem, têm direito a afeto, amor e compreensão, alimentação adequada, cuidados médicos, educação gratuita, proteção contra todas as formas de exploração e a crescer num clima de Paz e Fraternidade.