Cartaz de cinema

Em memória de Vera Lynn (1917 - 2020), a cantora de "We'll Meet Again"

Publicado em 18 Jun. 2020 às 18:39, por Samuel Andrade, em Opinião (Temas: Síndrome do Vinagre, Obituário)

Em memória de Vera Lynn (1917 - 2020), a cantora de "We'll Meet Again"

Uma das figuras mais amadas no Reino Unido desde os tempos cinzentos da Segunda Guerra Mundial, Vera Lynn morreu hoje aos 103 anos.

No dia em que se noticia o falecimento de Vera Lynn, aos 103 anos de idade e rodeada pela sua família, de acordo com um comunicado oficial, O Síndrome do Vinagre recorda uma das intérpretes musicais mais populares e emotivas do século XX.

A voz de Vera Lynn, enquanto intérprete de "We'll Meet Again", tornou-se símbolo de esperança em momentos conturbados da história recente da Humanidade. Durante a Segunda Guerra Mundial e há bem pouco tempo, quando os apelos e ordens de confinamento devido ao surto da Covid-19 se tornaram bastante sentidos.

A canção, imediatamente reconhecível desde os acordes iniciais, foi utilizada em filmes como "Dr. Estranhoamor" (1964), ou "Refém de Boa Vontade" (1984), mereceu uma popular versão interpretada pelo conjunto americano The Byrds, e a própria Vera Lynn inspirou os Pink Floyd para a composição do tema "Vera", editado no álbum "The Wall".

Para assinalar o seu falecimento, e como habitualmente, recorremos a materiais de arquivo que não só homenageiam a voz e personalidade, mas também revelam a vivência menos mediática de Vera Lynn.

"We'll Meet Again", interpretado por Vera Lynn, naquele que será o registo fílmico mais famoso da cantora.

(fonte: Music Video Vault)

Numa rara incursão pelo cinema, Vera Lynn foi uma das protagonistas de "Aconteceu de Madrugada" (1944), comédia musical britânica em que, entre outros temas, entoou este "One Love".

(fonte: Columbia British Productions)

Em "Personality – Meet Vera Lynn" (produzido em 1946, não existindo mais pormenores sobre a sua origem), onde Vera Lynn revela o seu quotidiano enquanto mãe e esposa.

(fonte: British Pathé)

Vera Lynn a interpretar "Because You're Mine", em 1962, para a Grand Gala du Disque.

(fonte: Algemene Vereniging Radio Omroep – AVRO)

Juntamente com o seu marido, Harry Lewis, Vera Lynn é entrevistada, em 1990, pela jornalista Mavis Nicholson para o talk show "Mavis Catches Up With...", resultando num diálogo íntimo e confessional sobre a sua vida e carreira musical.

(fontes: Pineapple Productions e Thames Television)

Curtas Vila do Conde 2020