Cartaz de cinema

"Blancanieves" domina nomeações para prémios do cinema espanhol

Publicado em 8 Jan. 2013 às 20:37, por , em Notícias de cinema (Temas: Temporada de prémios, Cinema Europeu)

"Blancanieves" domina nomeações para prémios do cinema espanhol

Já são conhecidos os nomeados para os Goya, prémios anuais que distinguem o que de melhor se faz na sétima arte em Espanha.

Foram 18 as nomeações do filme de Pablo Berger. "Blancanieves", uma espécie de "O Artista" em versão espanhola, é mudo e filmado a preto e branco, tal como o filme que ganhou os Oscars em 2011/2012.

Como o título deixa adivinhar trata-se de uma nova interpretação da história da Branca de Neve,  passada no sul de Espanha, durante os anos 20 do século XX.

No filme de Paulo Berger, a Branca de Neve é Carmen (Macarena García), uma bela jovem com uma infância atormentada pela terrível madrasta, Encarna (Maribel Verdú).

Fugindo do passado, Carmen dará início a uma apaixonante viagem, acompanhada pelos seus novos amigos, uma trupe de anões toureiros.

Mas existem mais títulos com um número considerável de nomeações prontos para dar luta a "Blancanieves".

De Alberto Rodriguez, "Grupo 7", foi citado em 16 categorias e narra a vida de uma equipa policial de combate ao tráfico de droga.

Não ficou esquecido o maior sucesso comercial de sempre do cinema espanhol, assinado por Juan Antonio Bayona. "O Impossível", a história de um casal apanhado no turbilhão do tsunami de finais de 2004 no sudoeste asiático, recolheu 14 nomeações.

"El artista y la Modelo" de Fernando Trueba foi nomeado em 13 categorias. O prolífico cineasta, vencedor do Oscar para melhor filme estrangeiro em 1993/1994 com "Belle Epoque", e nomeado para melhor filme de animação em 2011/2012, com "Chico & Rita", mergulha desta vez numa história que envolve um escultor e uma refugiada em 1943, na França sob ocupação nazi.