Cartaz de cinema

O Milagre de Milão (reposição) (1951) Miracolo a Milano

Duração T100M minutos

Género Comédia, Drama, Fantasia

Origem Itália

Estreia em Portugal 17 Jun. 2021

Distribuidor Leopardo Filmes

Depois do sucesso de "Ladrões de Bicicletas", um filme da dupla De Sica-Zavattini seria sempre um acontecimento. E De Sica voltava a surpreender, neste filme que adapta um romance do próprio Zavattini. Como notou Bazin, "O Milagre de Milão" traz ao neo-realismo uma audaciosa mutação, misturando o realismo social com a fantasia mais desenfreada.

Totò é um jovem ingénuo e com bons sentimentos, saído de um orfanato. Um vagabundo acolhe-o em noite de intempérie e ele decide organizar uma "cidade da felicidade" para os indigentes num terreno baldio. Mas, ao descobrirem que naquele lugar há petróleo, os capitalistas resolvem expulsá-los. E é aí que entra o elemento "mágico", na forma de uma pomba que lhe é entregue pela avó, que desce do céu, e que Totò usa para rechaçar os invasores.

De Sica reconhece a influência de Chaplin e de René Clair, mas fá-la ressurgir de uma forma extremamente criativa, poética (Bazin dizia que não havia no mundo nenhum realizador que tivesse, como ele, o sentido da poesia de um rosto), cómica, e humana. O cineasta italiano construía assim mais um futuro clássico da história do cinema.

Com Emma Gramatica, Francesco Golisano, Paolo Stoppa, Guglielmo Barnabò, Brunella Bovo, Anna Carena, Alba Arnova, Flora Cambi, Virgilio Riento, Arturo Bragaglia, Erminio Spalla, Riccardo Bertazzolo, Checco Rissone, Angelo Prioli

Realização Vittorio De Sica

Produção Vittorio De Sica

Argumento Vittorio De Sica, Cesare Zavattini, Suso Cecchi d'Amico, Mario Chiari, Adolfo Franci

IMDb http://www.imdb.com/title/tt0043809/