Cartaz de cinema

Sport TV sai da grelha da Nowo - empresas trocam acusações

Publicado em 9 Nov. 2018 às 14:20, por , em Notícias de Televisão e Séries (Temas: Bastidores)

Sport TV sai da grelha da Nowo - empresas trocam acusações

A Sport TV decidiu retirar os seus canais da grelha da operadora Nowo. A retirada foi, nas palavras da Nowo, "unilateral" e prejudica "milhares de clientes NOWO e Sport TV de norte a sul do país"."

Diz a operadora que a decisão da Sport TV se deve à recusa, por parte da Nowo, em aceitar as novas condições impostas pelo canal de desporto. Num comunicado, a Nowo qualifica-as de "desleais, desadequadas e desajustadas" da realidade do mercado. Ainda mais grave, no entender da NOWO, foi a apresentação, por parte da Sport TV, na véspera do último dia de vigência do contrato anterior, de um novo contrato com um custo 15% superior ao praticado até agora".

Os clientes da Nowo foram informados pelo operador da saída dos canais Sport TV, no final da manhã desta sexta-feira, via SMS.

O comunicado da Nowo termina dizendo que a empresa "acionará os meios que considerar necessários para salvaguardar os interesses dos seus clientes.

Do lado da Sport TV, afirma-se que a interrupção dos serviços se deve a "falta de acordo entre as partes" após o fim do contrato em julho de 2018. Lança também o argumento de que a Nowo tinha uma "elevada divida vencida" nessa data, divida essa que, de acordo com a mesma fonte, ainda não foi liquidada.

Terá havido, por parte da Sport TV, uma cedência "em manter o serviço, desde 1 de Agosto até dia 8 de Novembro, no sentido de não prejudicar os clientes Sport TV que acedem aos seus canais através deste operador, e, simultaneamente, preservar a relação de parceria entre ambos".

Os canais premium de desporto, que incluem na estrutura acionista a Olivedesportos, Vodafone, NOS e Altice, deixam a porta aberta para o restabelecimento do serviço aos clientes da Nowo logo que se consiga "ultrapassar a atual situação".

A relação entre Sport TV e Nowo azedou a partir da entrada da Eleven Sports (que comprou direitos da Champions, Liga Espanhola e Fórmula 1) no mercado português, em agosto. A Eleven Sports nomeou a Nowo para negociar a transmissão dos seus conteúdos com as restantes operadoras, mas até agora não houve acordo e têm sido constantes as trocas de acusações de deslealdade e falta de ética.