Cartaz de cinema

Salas de cinema do Monumental encerram em fevereiro de 2019

Publicado em 21 Dez. 2018 às 17:11, por , em Notícias de cinema (Temas: Indústria cinematográfica)

Salas de cinema do Monumental encerram em fevereiro de 2019

O edíficio vai sofrer obras de renovação a partir do segundo semestre do próximo ano.

A Medeia Filmes, do produtor, distribuidor e exibidor português Paulo Branco, vai deixar de explorar as salas de cinema do Monumental. O espaço mudará de mãos após as obras de remodelação do centro comercial previstas para a segunda metade de 2019.

Numa conferência de imprensa esta sexta-feira, Branco disse que é "impensável" em termos económicos manter a exploração do local. As salas deixam de projetar filmes diariamente a 20 de fevereiro. Serão mantidas sessões nos fins de semana, apenas no cineteatro, a partir de março.

Os donos do centro comercial Monumental, a MP Properties, desejam manter a exibição cinematográfica depois das obras que vão durar um ano e pretendem encontrar outro operador interessado.

Em Lisboa, depois do fecho dos multiplexes King, em 2013, Fonte Nova, em 2015, e agora do Monumental, a Medeia passa a contar apenas com o solitário ecrã do cinema Nimas. No resto do país, mantém atividade no Teatro Municipal Campo Alegre, no Rivoli (ambos no Porto), no Cinema Charlot (Setúbal), no Centro de Artes e Espetáculos (Figueira da Foz), no Theatro Circo (Braga) e no Teatro Académico Gil Vicente (Coimbra).