Cartaz de cinema

Peter Jackson escreve argumento para "Mortal Engines"

Publicado em 25 Out. 2016 às 11:51, por , em Notícias de cinema (Temas: Primeiro olhar)

Peter Jackson escreve argumento para "Mortal Engines"

Num raro trabalho fora do universo de "O Senhor dos Anéis" e "O Hobbit", Peter Jackson prepara-se para assumir a co-autoria do argumento de "Mortal Engines", com Fran Walsh e Philippa Boyens, as suas parceiras criativas na adaptação ao cinema das obras de Tolkien.

Christian Rivers vai estrear-se como realizador após ter trabalhado na segunda unidade de "O Hobbit" e "King Kong". O início das filmagens foi anunciado para março de 2017, na Nova Zelândia.

A Universal Pictures será a base do projeto que adapta ao cinema o livro "Mortal Engines", o primeiro de quatro volumes escritos por Phillip Reeve sobre um futuro, milhares de anos após a Grande Guerra dos Antigos, que destruiu o mundo em sessenta minutos e onde a escassez de recursos obriga grandes cidades a deslocarem-se constantemente. Protegidas das radiações no exterior, as grandes metrópoles alimentam-se umas das outras, devorando-se segundo as regras do chamado Darwinismo Municipal, onde cada cidade capturada é integrada no interior da sua predadora.

Reeve criou um universo alternativo inspirado na estética steampunk que combina tecnologia com um visual retirado da Revolução Industrial e das últimas décadas do século XIX. Na mesa está a possibilidade de os outros três livros - "Predator's Gold", "Infernal Devices", e "A Darkling Plain" - poderem servir para o desenvolvimento de outros filmes.

Os primeiros três volumes foram traduzidos e editados em Portugal pela Editora Presença com os títulos Engenhos Mortíferos (2001), O Ouro do Predador (2003) e Máquinas Infernais (2006).