Cartaz de cinema

Novos episódios de "Soundbreaking" em junho no Odisseia

Publicado em 4 Jun. 2016 às 18:40, por , em Notícias de Televisão e Séries

Novos episódios de "Soundbreaking" em junho no Odisseia

Em junho continua no canal Odisseia a série documental "Soundbreaking" com mais entrevistas a artistas, produtores e pioneiros da indústria musical, e acesso a um arquivo inédito que permite entrar na magia dos estúdios de gravação e conhecer as histórias dos grandes artistas das últimas décadas.

Nos novos episódios estarão em destaque a voz, a electricidade, o ritmo, o sampling, a influência do videoclip e dos canais de televisão e, por fim, o próprio consumidor e a evolução nas formas de ouvir e apreciar a música.

3. O Instrumento Humano    

Terça-feira 7, 21h30            

A voz é o elemento mais poderoso e essencial de uma canção, mas também o mais difícil de capturar. Para o conseguir é necessária uma sincronização perfeita entre cantor, produtor musical e engenheiro de som. Só o compromisso artístico e a destreza técnica podem transformar umas palavras na alma de uma canção. E só os cantores mais conhecidos, desde as divas do blues às estrelas do rock, conhecem os segredos e as técnicas para melhorar e alterar a voz humana e assim explorar todo o seu potencial de emoções.

4. Electrificados    

Terça-feira 14, 21h30                    

A ciência e a tecnologia foram fundamentais na evolução da música do último século. A descoberta do poder para gerar e armazenar eletricidade, e usá-la para criar novos sons, provocou uma reação em cadeia que percorreu toda a história da música, desde Muddy Waters até Jimi Hendrix, desde os The Rolling Stones a Stevie Wonder e aos The Black Keys.

5. O Ritmo

Terça-feira 21, 21h30                            

Se a voz é a alma de uma canção, o ritmo é o corpo. Traz cá para fora os nossos sentimentos, atrai-nos até à música e obriga-nos a mover-nos ao seu tempo. É também o elemento que mais experiências sofreu, desde o rock de Little Richard e de James Brown à música disco e à eletrónica. Descobrimos o diálogo entre a pista de dança e o estúdio de gravação, no processo de criar um ritmo irresistível.

6. A Arte do Sample    

Terça-feira 28, 21h30                

O sample, uso de fragmentos de canções anteriores para criar outras novas, surgiu não apenas da revolução da gravação, mas também da própria história da música. Desde os pioneiros do Hip Hop (Afrika Bambaataa, Chuck D, Rick Rubin), esta prática que surgiu nas margens culturais evoluiu até se transformar num género massivo (Public Enemy, The Beastie Boys), provocando uma polémica ainda não resolvida sobre os direitos de autor. Onde é que está o limite entre o roubo e a homenagem?

7. Som e Visão

Terça-feira 5 de Julho, 21h30                    

MTV, o canal de vídeos musicais, mudou a forma de ver e ouvir os artistas. Fez com que os singles se transformassem em verdadeiros êxitos e elevou os músicos à categoria de estrelas. Mas ao mesmo tempo, impôs novas expetativas e encargos sobre o autor, que apresenta não apenas música, mas também entretenimento. A televisão é hoje um potente intermediário entre artista e público e afeta de maneira determinante a música do nosso tempo. David Bowie e os Beatles reconheceram o seu potencial, mas só com a chegada da MTV se tornou patente o seu poder, com artistas como Eurythmics, Madonna e Nirvana.

8. Eu Sou a minha Música    

Terça-feira 12 de Julho, 21h30        

A revolução na criação musical foi superada apenas pela revolução na forma de ouvir música. O que antes era uma experiência táctil e coletiva, com os discos de vinil, as cassetes e o CD, transformou-se em algo quase intangível e privado, com o MP3 e a Internet. Ao mesmo tempo, nunca tivemos acesso a tanta variedade musical, com todo o catálogo de canções gravadas ao longo da história a um clique de distância. A única coisa que não mudou foi a promessa da gravação: o controlo absoluto da música.