Cartaz de cinema

NOS Audiovisuais prepara reabertura a 2 de julho com cinema português

Publicado em 18 Jun. 2020 às 15:35, por António Quintas, em Notícias de cinema (Temas: Cinema Português)

NOS Audiovisuais prepara reabertura a 2 de julho com cinema português

O maior distribuidor nacional agendou a estreia de nove produções portuguesas para os primeiros três meses de regresso às salas.

"Faz-me Companhia", de Gonçalo Almeida, "Surdina", de Rodrigo Areias, "Patrick", de Gonçalo Waddington e o documentário "Zé Pedro Rock'n'Roll", do realizador Diogo Varela, são alguns dos filmes anunciados hoje pela NOS que prepara o regresso à atividade a 2 de julho.

Ao todo são nove os filmes portugueses agendados pelo maior distribuidor e exibidor português para os meses de julho, agosto e setembro:

"Faz-me Companhia", a primeira longa-metragem de Gonçalo Almeida, estreia a 2 de julho e conta com as atrizes Cleia Almeida e Filipa Areosa nos principais papéis.

Faz-me Companhia

Faz-me Companhia

2019 | Mistério | 88 min

Com Cleia Almeida, Eunice Muñoz, Filipa Areosa

Realização Gonçalo Almeida

Estreia em Portugal 2 Jul. 2020

Distribuidor NOS Audiovisuais

Ver trailer

Realizado por Rodrigo Areias, com argumento de Valter Hugo Mãe e banda sonora de Tó Trips, "Surdina" chega ao grande ecrã a 9 de julho.

Surdina

Surdina

2019 | Drama | 79 min

Com António Durães, Ângela Marques, Ana Bustorff

Realização Rodrigo Areias

Estreia em Portugal 9 Jul. 2020

Distribuidor NOS Audiovisuais

Ver trailer

"Patrick", o primeiro filme de Gonçalo Waddington, estreia a 23 de julho.

Patrick

Patrick

2019 | Drama | 100 min

Com Hugo Fernandes, Alba Baptista, Carla Maciel

Realização Gonçalo Waddington

Estreia em Portugal 23 Jul. 2020

Distribuidor NOS Audiovisuais

Ver trailer

A estreia do documentário sobre o guitarrista dos Xutos e Pontapés, "Zé Pedro Rock'n'Roll" acontece a 30 de julho.

Ze Pedro Rock & Roll

Ze Pedro Rock & Roll

2019 | Documentário | 110 min

Estreia em Portugal 30 Jul. 2020

Distribuidor NOS Audiovisuais

Ver trailer

"Impossibilidade de Estar Só", de Sérgio Graciano, tem estreia agendada para 6 de agosto.

A Impossibilidade de Estar Só

A Impossibilidade de Estar Só

2020 | Drama

Com Bruna Quintas, Laura Dutra

Realização Sérgio Graciano

Estreia em Portugal 6 Ago. 2020

Distribuidor NOS Audiovisuais

Ver trailer

"Golpe de Sol", de Vicente Alves do Ó, chega aos cinemas a 13 de agosto.

Golpe de Sol

Golpe de Sol

2018

Class. etária M/16

Estreia em Portugal 13 Ago. 2020

Distribuidor NOS Audiovisuais

"Alice Nova Iorque e Outras Histórias", drama satírico de Tiago Durão, rodado entre Lisboa e Nova Iorque terá lançamento a 20 de agosto.

Alice, Nova Iorque e Outras Histórias

Alice, Nova Iorque e Outras Histórias Tales from the Rabbit Hole: A Curious Kitsch Novel

2019 | Comédia, Drama | 120 min

Com Sofia Mirpuri, Naomi Livingstone, Troy Tripicchio

Realização Tiago Durão

Estreia em Portugal 20 Ago. 2020

Distribuidor NOS Audiovisuais

Ver trailer

Também de Sérgio Graciano, a 17 de setembro chega aos cinemas "O Som Que Desce da Terra".

O Som Que Desce na Terra

O Som Que Desce na Terra

2020 | Drama | 106 min

Com Gabriela Barros, José Condessa, Lourenço Conde

Realização Sérgio Graciano

Estreia em Portugal 17 Set. 2020

Distribuidor NOS Audiovisuais

Ver trailer

Por fim, a 24 desse mês estreia "O Ano Da Morte de Ricardo Reis", adaptação de João Botelho do livro homónimo de José Saramago.

O Ano da Morte de Ricardo Reis

O Ano da Morte de Ricardo Reis

2020 | Drama

Com Chico Diaz, Victoria Guerra, Catarina Wallenstein

Realização João Botelho

Estreia em Portugal 24 Set. 2020

Distribuidor NOS Audiovisuais

Ver trailer

Além destes filmes da NOS, está ainda prevista para os próximos meses o lançamento de mais uma produção nacional, "Bem Bom", pela Cinemundo, a que se pode ainda acrescentar a chegada de "Salgueiro Maia - O Implicado", em outubro.

Os 31 multiplexes da NOS Cinemas, o maior circuito de exibição de cinema em Portugal, estão fechados desde 16 de março, como resposta à pandemia de COVID-19. Também a partir dessa data, a NOS Audiovisuais, o maior distribuidor de cinema do país, suspendeu as estreias de novos filmes em sala.

A 25 de maio, o presidente da FEVIP - Associação Portuguesa de Defesa de Obras Audiovisuais, assumiu o papel de porta-voz do setor e recusou a hipótese de reabertura dos cinemas a 1 de junho, data em passou a ser permitida pelo governo. A FEVIP referiu a falta de novos filmes como um problema grave para o setor e apontou 2 de julho como a data mais indicada para a reabertura.

Apesar desta tomada de posição, algumas salas reiniciaram a atividade logo no início de junho.

As primeiras grandes estreias dos estúdios norte-americanos, que tradicionalmente dominam as bilheteiras, começam a chegar a 23 de julho, com "Mulan", da Disney, e 30 de julho, através de "Tenet", o novo filme de Christopher Nolan, da Warner Bros.