Cartaz de cinema

Morreu Milos Forman - realizador de "Amadeus" e "Voando Sobre Um Ninho de Cucos"

Publicado em 14 Abr. 2018 às 13:01, por , em Notícias de cinema (Temas: Obituário)

Morreu Milos Forman - realizador de "Amadeus" e "Voando Sobre Um Ninho de Cucos"

Morreu o realizador de cinema checo Milos Forman. Tinha 86 anos. A morte foi anunciada ao início da manhã de sábado pelo seu agente, Dennis Aspland.

Orfão desde os 10 anos, após a morte dos pais num campo de concentração nazi durante a Segunda Guerra Mundial, pertenceu a um grupo de teatro amador nos anos 50 e estudou realização na Academia de Cinema de Praga.  

No início dos anos 60, começou por dirigir documentários de longa e curta duração. A primeira longa metragem de ficção surgiu em 1964 com a comédia dramática "Black Peter", uma sátira ao quotidiano na Checoslováquia da época.

A saída do anonimato deu-se no ano seguinte com a nomeação de "Os Amores de Uma Loira" para o Oscar de melhor filme estrangeiro, um feito repetido em 1966 com "O Baile dos Bombeiros".

Com a invasão das tropas do Pacto de Varsóvia em resposta à rebelião contra os soviéticos na "Primavera de Praga", Forman vê-se obrigado a fugir do país. Estabelece-se nos Estados Unidos onde realiza "Os Amores de Uma Adolescente" (1971), um fracasso de bilheteira sobre uma rapariga que foge à família para aderir ao movimento hippie.

Em 1975, chega "Voando Sobre Um Ninho de Cucos", com Jack Nicholson no papel de um criminoso que finge uma doença mental para ser internado num hospital psiquiátrico onde acaba a liderar uma rebelião contra a enfermeira-chefe. O filme recebeu cinco Oscars, incluindo melhor filme e melhor realizador.

Em 1984, uma adaptação da vida do génio musical Wolfgang Amadeus Mozart voltou a valer-lhe as preferências da Academia com a vitória em oito categorias e, novamente, as estatuetas para o melhor filme e realização.

Seria ainda nomeado para o Oscar de melhor realizador numa terceira ocasião, com "Larry Flynt" (1996).

O seu último filme, o musical "A Walk Worthwhile" (2009) foi também o regresso às longas-metragens faladas em checo.

Morreu sexta-feira, no hospital de Danbury, perto da sua casa em Warren, no estado do Connecticut, nos EUA.