Cartaz de cinema

Morreu a atriz Diana Rigg

Publicado em 10 Set. 2020 às 15:53, por António Quintas, em Notícias de televisão e séries (Temas: Obituário)

Morreu a atriz Diana Rigg

Conhecida como a Mrs. Peel da série "Os Vingadores", ou Olenna Tyrell em "A Guerra dos Tronos", a atriz morreu esta manhã aos 82 anos.

A atriz Diana Rigg morreu na manhã de hoje aos 82 anos, informou o seu agente.

Entre os papéis que a tornaram famosa encontram-se o de Emma Peel, na série de televisão "Os Vingadores" nos anos 60 e 70, e mais recentemente, como Olenna Tyrell, em "A Guerra dos Tronos". Foi também a única Bond Girl a convencer 007 a casar, como Tracy em "Ao Serviço de Sua Majestade".

A filha de Diana Rigg, a também atriz Rachael Sterling disse sobre a morte da mãe:

A minha amada mãe morreu de forma pacífica durante o sono, em casa, esta manhã, rodeada pela família. Morreu de câncro diagnosticado em março e passou os últimos meses refletindo alegremente sobre a sua vida extraordinária, repleta de amor, risos e de um profundo orgulho na sua profissão. Sentirei a sua falta muito para lá do que é possível dizer por palavras.

Para lá do reconhecimento popular que conseguiu das séries televisivas, Diana Rigg teve também uma longa carreira no palco, como é tradição entre os atores e atrizes britânicos e chegou a integrar a Royal Shakespeare Company.

O seu talento no teatro foi reconhecido em 1994 quando recebeu um Tony Award pelo desempenho como Medeia, a partir da tragédia grega de Eurípedes, um papel que repetiu em Londres e Nova Iorque.

No pequeno ecrã foi a melhor atriz nos BAFTA Awards de 1990, graças à personagem de uma sogra difícil em "Mother Love". Em 2000, recebeu um BAFTA especial da academia britânica de televisão em conjunto com as restantes atrizes da série "Os Vingadores", Honor Blackman, Joanna Lumley e Linda Thorson.

No ano passado, foi a vez de o Canneseries TV Festival relembrar a inesquecível presença da atriz na série clássica com outro prémio especial.

Do outro lado do atlântico, os Emmys norte-americanos nomearam-na em nove ocasiões, quatro delas pela participação em "A Guerra dos Tronos", entre 2013 e 2018. Ganhou em 1997, na categoria de melhor minissérie com "Rebecca", baseada no conhecido livro de Daphne du Maurier.

Os seus trabalhos finais incluem dois episódios da mais recente adaptação televisiva de "All Creatures Great and Small", a minissérie "Black Narcissus", onde encarna uma madre superiora, e um papel no thriller "Last Night in Soho" realizado por Edgar Wright, com estreia prevista para 2021.

Curtas Vilda do Conde 2020