Cartaz de cinema

Meryl Streep provoca Trump ao admitir ser "sobrevalorizada"

Publicado em 12 Fev. 2017 às 13:05, por , em Notícias de cinema (Temas: Bastidores, Celebridades)

Meryl Streep provoca Trump ao admitir ser "sobrevalorizada"

Um discurso proferido sábado à noite num jantar de angariação de fundos para a Human Rights Campaign serviu para Meryl Streep responder novamente a Donald Trump que a acusou de ser "sobrevalorizada".

A troca pública de palavras entre Trump e Streep começou na segunda-feira após a gala de entrega dos Globos de Ouro. A atriz teceu várias críticas indiretas ao novo presidente durante o emocionado discurso de aceitação de um prémio honorário pela sua carreira, entregue pela Hollywood Foreign Press Association. Como de costume, Trump reagiu com uma tirada no Twitter.

Agora, numa ocasião em que foi distinguida pelo ativismo no campo da igualdade de direitos, a atriz disse, com ironia: "Sou a mais sobrevalorizada, demasiado condecorada e, atualmente - a mais atormentada atriz da minha geração".

Na intervenção que conquistou a sala, Streep falou dos perigos que correm os direitos até agora conquistados pelas comunidades gay, lésbica, bissexual, transgénero e queer, ameaçadas pelo novo governo populista e conservador dos Estados Unidos.

"Não vamos regressar aos maus velhos tempos da ignorância e opressão e de escondermos que somos" afirmou a vencedora de três Óscares e a mais nomeada de sempre pela Academia, que aproveitou ainda para agradecer aos professores transgénero e gay que ajudaram a alimentar a sua paixão pelas artes.