Cartaz de cinema

Jornalista perde caso com a Netflix por causa da série "Narcos"

Publicado em 10 Nov. 2019 às 21:16, por filmSPOT, em Notícias de Televisão e Séries (Temas: Bastidores)

Jornalista perde caso com a Netflix por causa da série "Narcos"

Virginia Vallejo afirmava que duas cenas da série foram retiradas diretamente do seu livro de memórias.

A jornalista Virginia Vallejo perdeu o caso em tribunal onde exigia compensações monetárias por infração de direitos de autor relacionados com a série "Narcos" por parte da Netflix e da produtora Gaumont.

Vallejo alegava que os acontecimentos retratados em duas cenas da série tinham origem no livro de memórias onde descreveu a sua relação íntima com o barão da droga Pablo Escobar, nos anos 80. O livro acabou por servir de base a um filme com Javier Bardem e Penelope Cruz, lançado em 2017 com o título "Amar Pablo e Odiar Escobar".

A Netflix alegou que factos históricos não são passíveis de proteção à luz dos direitos de autor e solicitou um julgamento sumário do caso. O juíz do tribunal da Flória que analisou o processo aceitou a pretensão e decidiu a favor da plataforma de streaming.

Em "Narcos", a personagem da jornalista surge com um nome diferente, Valeria Velez.

Lançada em agosto de 2015, a série "Narcos" contou com Wagner Moura no papel do traficante de droga colombiano Pablo Escobar e tornou-se num dos primeiros grandes sucessos da Netflix, tendo sido renovada por mais três temporadas.