Cartaz de cinema

Homem que usava o nome de George Clooney em fraudes foi preso na Tailândia

Publicado em 18 Jun. 2019 às 18:35, por , em Notícias de cinema

Homem que usava o nome de George Clooney em fraudes foi preso na Tailândia

O cidadão italiano fora condenado no seu país em 2010 por diversos crimes, incluindo o uso ilegal do nome do ator norte-americano.

Um italiano de 58 anos, julgado em Itália devido a acusações de fraude e por se fazer passar pelo ator George Clooney, foi preso domingo, na Tailândia. Francesco Galdelli e a mulher, Vanja Goffi, eram procurados desde 2013, de acordo com as autoridades locais citadas pela BBC.

A operação conjunta de agentes da Interpol e da polícia tailandesa capturou o casal perto da cidade de Pattaya, uma zona turística junto à costa, sob acusação de permanência ilegal no país.

Galdelli fugiu a uma sentença de mais de oito anos de cadeia determinada por um tribunal de Milão em 2010. Na altura, Clooney testemunhou contra o infrator que usava o nome do ator a fim de atrair investidores para um negócio de venda de roupa online. Eram também acusados de outros esquemas ilegais.

Já na Tailândia, Galdelli fora detido em julho de 2014, num hotel em Pattaya, mas conseguiu evadir-se, alegadamente após ter subornado guardas prisionais. Naquele país asiático voltou a recorrer a fraudes e tinha por hábito prometer relógios de luxo para depois enviar apenas sacos de sal às suas vítimas.

Foto: Royal Thai Police