Cartaz de cinema

"História de Deus com Morgan Freeman" estreia em abril no National Geographic Channel

Publicado em 25 Mar. 2016 às 00:08, por filmSPOT, em Notícias de Televisão e Séries

"História de Deus com Morgan Freeman" estreia em abril no National Geographic Channel

Nada tem o poder de unir e separar os Homens como a crença no divino. Nada é tão omnipresente na história como a crença em algo divino. Em "A História de Deus", Morgan Freeman empreende uma viagem pessoal à volta do mundo para conhecer, através da história e da ciência, o que nos une às nossas crenças.

"A História de Deus com Morgan Freeman" é também uma reflexão íntima sobre Deus. Cada episódio centrar-se-á numa grande questão sobre o divino: desde o mistério da Criação, ao verdadeiro poder dos milagres até à promessa da ressurreição, mistérios universais com impacto em gente de todas as fés.

Freeman mergulhará em  experiências religiosas e rituais por todo o mundo, desde o Muro das Lamentações, em Jerusalém, até à Árvore Bodhi, na Índia, ou às mega igrejas dos Estados Unidos.

Tornar-se-á a cobaia em laboratórios científicos para examinar como as fronteiras da neurociência e cosmologia estão a intersectar o domínio tradicional da religião. E viajará com arqueológos para descobrir religiões há muito perdidas, como nas ruínas com dez mil anos em de Gobekli Tepe, na Turquia.

Sinopses dos primeiros episódios

"A HISTÓRIA DE DEUS COM MORGAN FREEMAN: Depois da Morte"

Domingo, 3 de abril, às 22h30

O que acontece quando morremos? Para onde vamos? Há algo que perdura? Neste episódio Morgan Freeman parte em busca da explicação da obsessão humana com o que acontece após a morte. Fala com David Bennett, um homem que morreu e voltou para contar a história; Sam Parnia, um médico que está convencido que algo sobrevive aos nossos corpos físicos após a morte; a arqueóloga Jodi Magness, que revela como a morte de um homem garantiu vida eterna à Humanidade; Swami Varishthananda, um monge que guia Morgan através da crença Hindu de reencarnação; o estudioso Enrique Rodriguez-Alegria, que liga os sacrifícios humanos Aztecas à celebração moderna do Dia dos Mortos; a egiptóloga Salima Ikram, que desvenda a crença mais antiga em vida após da morte dentro das tumbas de milhares de anos das pirâmides; e Martine Rothblatt, que afirma ter descarregado as memórias e a consciência da esposa para um robô chamado BINA48, em busca da imortalidade digital.

 

"A HISTÓRIA DE DEUS COM MORGAN FREEMAN: Apocalipse"

Domingo, 10 de abril, às 22h30

Cataclismos violentos e julgamentos no fogo preenchem a crença popular e enchem numerosos livros sagrados. Morgan Freeman olha para este suposto futuro e para os milénios passados para descobrir como o mundo acabará. A sua viagem leva-o ao deserto a que três fiéis chamam casa e descobre as origens do messias Judeu. Em Roma, descodifica o enigmático Número da Besta e senta-se com um terrorista islâmico reformado. Viaja até à Guatemala para determinar se os Maias realmente previram o fim do mundo e aprende com um psicólogo a razão porque algumas pessoas encontram conforto em catástrofes. Num lado mais positivo, a visita a sobreviventes do Furacão Katrina e uma sessão de meditação com um dos homens mais sagrados do Budismo começam a realinhar a perspetiva de Morgan - e se o apocalipse não for um banho de sangue monumental, mas uma mudança de paradigma mental?

 

"A HISTÓRIA DE DEUS COM MORGAN FREEMAN: Criação"

Domingo, 17 de abril, às 22h30

Neste episódio, Morgan Freeman viaja pelo planeta para perguntar: De onde viemos e que aconteceu "no início"? A primeira questão da humanidade continua uma das mais intensamente debatidas. Para muitos crentes, é impossível compreender quem, ou o que somos, sem primeiro compreender como chegámos cá... e quem (ou o que) está por trás disso. Teremos sido criados à imagem de Deus, ou seremos o resultado de uma singularidade de 13,8 milhões de anos? Morgan encontra-se com representantes papais no Vaticano e estudiosos islâmicos no Cairo. Visita filósofos hindus na Índia e arqueólogos que escavam o passado Maia nas florestas chuvosas da América Central. Participa em rituais sagrados dos Navajo, no Novo México e procura pistas do Jardim do Éden em Jerusalém. Na Turquia, Freeman investiga as antigas cidades de Çatalhöyük e Gobekli Tepe, onde a civilização como a conhecemos apareceu.