Cartaz de cinema

Especial "Coco" - tudo sobre o filme de animação da Disney e Pixar deste Natal

Publicado em 16 Nov. 2017 às 17:08, por , em Notícias de cinema (Temas: Estreias)

Especial "Coco" - tudo sobre o filme de animação da Disney e Pixar deste Natal

Chega às salas de cinema a 23 de novembro a proposta da Disney e da Pixar deste natal. Inspirado na tradição mexicana do Dia de los Muertos, "Coco" apresenta o aspirante a músico Miguel que se junta ao encantador vigarista Hector, numa extraordinária viagem mítica.

A história

Apesar da proibição da sua família em relação à música, Miguel sonha tornar-se um grande artista, como o seu ídolo, Ernesto de la Cruz. Desesperado para conseguir provar o seu talento e após uma série de misteriosos acontecimentos, Miguel dá por si no maravilhoso e colorido Mundo dos Mortos. No caminho, encontra o encantador vigarista Hector e juntos, partem numa viagem extraordinária, para desvendar a verdadeira história de família de Miguel.

Realizado por Lee Unkrich ("Toy Story 3"), co-realizado por Adrian Molina (artista gráfico de "Monstros: A Universidade") e produzido por Darla K. Anderson ("ToyStory 3"), "Coco", o filme de animação Disney e Pixar deste natal chega aos cinemas a 23 novembro de 2017.

As personagens

 

Mundo dos Vivos

Coco

MIGUEL (voz de Manuel Encarnação na versão portuguesa)

Miguel é um aspirante a músico de 12 anos, que luta contra a antiga proibição da família sobre a música. Quando um contratempo mágico o leva para o Mundo dos Mortos, Miguel procura o seu ídolo, Ernesto de la Cruz, para o ajudar a regressar ao Mundo dos Vivos, antes que seja tarde demais.

MAMÃ COCO (Ermelinda Duarte)

Mamã Coco é a amada bisavó de Miguel, com quem ele partilha todas as suas aventuras, apesar da sua já avançada idade e fragilidade.

ABUELITA (Cucha Carvalheiro)

A avó de Miguel, Abuelita, é quem mais proíbe a música na familia Rivera. Ama muito a sua família e fará qualquer coisa para a proteger. Mas quando fica chateada, faz uso do seu chinelo.

PAPÁ (Pedro Fernandes)

Papá, o compreensivo pai de Miguel, espera que um dia este se junte a ele, na empresa de calçado da família.

MAMÃ (Diana Costa e Silva)

A amorosa mãe de Miguel, encoraja-o a abraçar as tradições da família.

TIO BERTO (José Luís do Rosário)

Tio Berto, o tio de Miguel, é um árduo trabalhador da empresa de calçado da família Rivera.

DANTE

Dante é um cão Xolo - abreviatura de Xoloitzcuintli – a raça nacional do México. Quase sem pelos, Dante tem problemas em manter a língua dentro da boca, por já não ter alguns dentes - mas é um companheiro leal a Miguel.

 

Mundo dos Mortos

Coco

HECTOR (Pedro Leitão)

Hector é um vigarista charmoso do Mundo dos Mortos, que é forçado a recorrer à ajuda de Miguel, para visitar o Mundo dos Vivos.

ERNESTO DE LA CRUZ

Ernesto de la Cruz é o músico mais famoso da história do México. Venerado pelos fãs de todo o mundo até à sua morte prematura, o encantador e carismático músico é ainda mais amado no Mundo dos Mortos.

MAMÃ IMELDA (Ana Cloe)

A trisavó de Miguel, Mamã Imelda, é a matriarca da família Rivera e fundadora do negócio de calçado de sucesso. Miguel conhece a Mamã Imelda no Mundo dos Mortos e descobre que ela não partilha da sua paixão pela música.

PEPITA

Pepita é o guia espiritual da Mamã Imelda. Muito colorido e leal, é uma formidável presença no Mundo dos Mortos. Um impetuoso gato selvagem com asas de pássaro, Pepita é um alebrije a quem foi dado vida.

TIA ROSITA (Ana Conceição Vieira)

Tia Rosita é a falecida tia de Miguel, que vive no Mundo dos Mortos.

PAPÁ JULIO (Luís Mascarenhas)

Papá Julio é o falecido bisavô de Miguel, que ele encontra no Mundo dos Mortos.

TIO ÓSCAR E TIO FELIPE (João Pedro Vicente e Tiago Retrê)

Tio Óscar e Tio Felipe são os tios gémeos idênticos de Miguel, que este conhece no Mundo dos Mortos.

CHICARRÓN (Ricardo Monteiro)

Chicharrón é um amigo mal-humorado de Hector, que infelizmente está a ser esquecido - uma situação normal no Mundo dos Mortos.

 

Curiosidades

Coco

Cuidado com os ossos – Os realizadores incluíram alguns detalhes subtis na apresentação Mundo dos Mortos. Por exemplo, as pedras em forma de osso que a calçada das ruas apresenta.

A planta certa no lugar certo – Os artistas da Pixar Animation Studios gostam de adicionar vegetação - árvores, arbustos - aos ambientes exteriores. Em "Coco", sentiram que o Mundo dos Mortos tinha de ser diferente. Assim, as únicas plantas vivas nesse vibrante e fantástico mundo são os malmequeres porque os realizadores aprenderam durante as suas viagens de pesquisa ao México que naquele país se acredita que a cor e o aroma das pétalas dos malmequeres, ajudam a guiar o espírito dos familiares queridos até casa, durante o Día de los Muertos.

Tudo por um cão – Dante, o leal companheiro canino de Miguel, é um cão Xolo - a abreviatura para Xoloitzcuintli - o cão nacional do México, cujas origens estão profundamente enraizadas na civilização meso-americana.

O Xolo foi considerado o representante na Terra do deus asteca Xolotl, o deus do fogo e do relâmpago. Quase sem pêlos, Xolo também tem falta de dentes e, por essa razão, a sua língua fica pendurada.

Os realizadores queriam incluir isso na imagem de Dante e que a sua língua fosse quase uma personagem independente. Para conseguir o visual, pediram emprestado o equipamento usado em "À Procura de Dory", para construir os tentáculos dinâmicos do polvo Hank.

Os realizadores levaram cães Xolo até à Pixar para que os artistas pudessem interagir com os adoráveis animais e estudarem a sua anatomia.

Xoloitzcuintli deriva do nome do deus asteca Xolotl e da palavra asteca para cão, Itzcuintli. Provas arqueológicas encontradas em túmulos astecas indica que a origem da raça pode chegar até aos 3.500 anos;

Muitos consideram que os cães Xolo têm poderes curativos.

A guitarra certa – Em "Coco", Miguel recicla uma velha guitarra, recuperando-a e pintando-a para se assemelhar à guitarra de Ernesto de la Cruz. Mas, os realizadores sabiam que se pedissem a um artista adulto para fazer o desenho, não iria resultar. O realizador Lee Unkrich convidou o filho para entrar no projeto e criar o desenho da guitarra reciclada.

Todas as músicas tocadas em "Coco" são tecnicamente precisas. Os realizadores filmaram músicos a tocar cada música e colocaram câmaras GoPro nas suas guitarras para dar imagens de referência aos animadores.

Ernesto tem uma sala na sua grande torre, no Mundo dos Mortos, onde guarda todas as ofertas que as pessoas lhe deram ao longo dos anos. Existem espirais gigantes de guitarras e outros instrumentos entre os presentes.

A nota certa – Foram adicionados simuladores faciais extra em Ernesto de la Cruz que melhoraram as vibrações da sua maçã-de-adão, garganta e bochechas enquanto canta.

Uma estranha perna – Quando Miguel e Hector visitam Chicharrón na esperança de que este lhes empreste a sua guitarra, fica claro que não é a primeira vez que Hector lhe pede algo emprestado. Chicharrón tem um cachimbo no lugar do fémur - recordação de um osso que Héctor nunca devolveu.

Chicharrón é a personagem menos recordada no Mundo dos Mortos. Os desenhadores queriam mostrar os efeitos de se ser esquecido: o rosto dele tem mais buracos e ranhuras e os seus ossos estão muito mais soltos e degradados do que os dos seus homólogos.

A roupa certa – Mais de 500 peças de roupa foram criadas para vestir as personagens da multidão - desde os moradores de Santa Cecília, aos participantes esqueletos da festa de Ernesto de la Cruz, no Mundo dos Mortos. Os artistas da Pixar desenharam, em sessões ao vivo, as dançarinas folclóricas mexicanas. Sobrearam, moldaram e combinaram as 500 peças individuais de diversas maneiras para vestirem milhares de personagens.

O queixo certo – Os artistas das personagens passaram meses até encontrarem o aspeto certo para cada uma. E porque Ernesto de la Cruz é uma personagem maior do que a vida, conhecida em todo o mundo, queriam dar-lhe atributos identificáveis, como uma fenda no queixo - visível nas versões viva e morta da personagem. Além disso, os desenhadores deram à personagem uma onda no cabelo muito distinta, que cai sobre a sua testa, um bigode fino, que era comum na época em que Ernesto era popular. Outro detalhe importante, Ernesto veste-se todo de branco no Mundo dos Mortos. Com tantas cores vibrantes em seu redor, ajuda a garantir que é o centro das atenções - tal como gosta; Até os seus ossos estão impecáveis, por ser tão recordado.

 

Trailers

Pertencer

Viagem

Encontra a Tua Voz