Cartaz de cinema

Em Memória de Albert Finney (1936 – 2019)

Publicado em 9 Fev. 2019 às 20:05, por , em Notícias de cinema (Temas: Obituário)

Em Memória de Albert Finney (1936 – 2019)

No momento que se noticia o falecimento de Albert Finney, versátil ator britânico que, de uma formação em William Shakespeare na Royal Academy of Dramatic Art, "saltou" para a ribalta de Hollywood, tendo somado cinco nomeações para os Oscars e três triunfos nos Globos de Ouro, o filmSPOT.pt recorda alguns dos momentos mais marcantes da sua carreira.

Detentor de uma extensa variedade de registos, Albert Finney enfrentou as amarguras da vida de um trabalhador fabril em "Sábado à Noite, Domingo de Manhã" (1960), foi galã em "Tom Jones, Romântico e Aventureiro" (1963), revelou-se o marido infiel de Audrey Hepburn em "Caminho para Dois" (1967), encarnou Hercule Poirot em "Um Crime no Expresso do Oriente" (1974), foi diplomata alcoólico em "Debaixo do Vulcão" (1984), assumiu-se como mafioso irlandês para "História de Gangsters" (1990), foi advogado ativista em "Erin Brockovich" (2000), e ainda se tornou num tenebroso operacional da CIA para "Ultimato" (2007). Em suma, uma filmografia de constante transformação, comprovada pelos excertos que abaixo partilhamos.

"Sábado à Noite, Domingo de Manhã" (1960)

"Tom Jones, Romântico e Aventureiro" (1963)

"Ao Cair da Noite" (1964)

"Um Crime no Expresso do Oriente" (1974)

"Debaixo do Vulcão" (1984)

"História de Gangsters" (1990)

"Erin Brockovich" (2000)

"O Grande Peixe" (2003)

Albert Finney faleceu ontem em Londres, aos 82 anos de idade, no seguimento de complicações relacionadas com uma infecção pulmonar.