Cartaz de cinema

Documentário de Leonardo DiCaprio sobre o aquecimento global em sessão pública na Gulbenkian

Publicado em 5 Jul. 2019 às 19:12, por , em Notícias de cinema

Documentário de Leonardo DiCaprio sobre o aquecimento global em sessão pública na Gulbenkian

O documentário "Ice on Fire" será exibido a 15 de julho, no auditório 2 da Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, numa sessão seguida de debate.

Produzido e narrado por Leonardo DiCaprio, e realizado por Leila Conners, o documentário "Ice on Fire" chama a atenção para soluções inéditas, destinadas a desacelerar a crescente crise ambiental. Indo além da atual narrativa sobre mudanças climáticas, oferece uma perspetiva do que se pode fazer para travar o aquecimento global e os seus efeitos.

Com estreia mundial a 22 de maio, no Festival de Cannes deste ano, foi exibido a 12 de junho, na HBO Portugal.

O debate que se vai seguir à sessão conta com a presença de três António Mexia, CEO da EDP; Gonçalo Vieira, Professor no IGOT - Universidade de Lisboa e Coordenador do Programa Polar Português; e

Francisca Salema, Estudante do ensino secundário, Organizadora da Greve Climática Estudantil, em Portugal. A moderação é de João Wengorovius Meneses.

"Eu e os meus colegas fizemos "Ice on Fire" para dar voz aos cientistas e investigadores que trabalham todos os dias incansavelmente, nas linhas da frente das alterações climáticas", diz Leonardo DiCaprio. "Queríamos fazer um documentário que retratasse a beleza do nosso planeta, enquanto damos voz a soluções muito necessárias em energias renováveis e isolamento de carbono. Este documentário mostra o que está em jogo, se continuarmos passivos e como, com a ajuda de cientistas dedicados, todos podemos atuar. Espero que o público se sinta inspirado a tomar medidas para proteger o nosso lindo planeta".

"Ice on Fire" foi filmado um pouco por todo o mundo, desde a Noruega ao Alasca, da Islândia ao Colorado, da Suíça à Costa Rica e ao estado norte-americano do Connecticut. O documentário destaca os relatos em primeira mão de pessoas na vanguarda da crise climática, com o cunho de cientistas, agricultores, inovadores e outros.

Enfatiza a importância de uma abordagem dupla e imediata para reverter esta crise: por um lado, reduzir as emissões de carbono através de fontes tradicionais de energia renovável e novas, como a energia das marés; por outro, implementar medidas de redução, concentradas em métodos de extração e isolamento de carbono, incluindo a captura direta de ar, aquacultura, quintas urbanas, biocarvão, neve marinha, folhas biónicas entre outros.

O documentário "Ice on Fire" será exibido a 15 de julho, às 17h00, no auditório 2 da Fundação Calouste Gulbenkiano, em sessão aberta ao público, seguida de debate.