Cartaz de cinema

Disney prepara compra de ativos da FOX - séries e filmes são o principal alvo

Publicado em 11 Dez. 2017 às 18:03, por , em Notícias de cinema (Temas: Indústria cinematográfica)

Disney prepara compra de ativos da FOX - séries e filmes são o principal alvo

Os novos desafios lançados por empresas digitais como a Netflix, a Google, ou a Amazon, estarão na origem da proposta que transformará a Walt Disney no maior estúdio de sempre.

Segurem-se bem, porque tudo indica que está a ser cozinhado um dos maiores negócios da história da indústria do cinema e da televisão. De acordo com a imprensa dos EUA, a Disney e a família Murdoch iniciaram conversações sérias para a transferência de grande parte dos ativos da 21st Century FOX para a empresa do Rato Mickey. O valor da transação pode oscilar entre os 68 e os 74 mil milhões de dólares, consoante as fontes.

A Disney quer os estúdios de televisão e cinema, o grupo de canais por cabo que inclui o FX e FXX, bem como a National Geographic, os canais internacional por cabo da FOX (de que fazem parte os canais FOX disponíveis nos pacotes de subscrição em Portugal), e as participações de 39% nos canais Sky do Reino Unido e 30% no serviço de streaming Hulu.

Do outro lado, a empresa da família Murdoch ficaria reduzida ao canal generalista de âmbito nacional FOX, aos canais de notícias e desporto (FOX News, FOX Sports) e a 28 canais generalistas locais. Mais importante ainda, deixaria de contar com acesso direito à produção de conteúdos (leia-se filmes e séries de ficção).

Se isto for para a frente, a Disney transformar-se-à no mais poderoso conglomerado de entretenimento alguma vez visto. Pense-se na Marvel e seus super-heróis, na Lucasfilm de "Star Wars", na animação da Pixar e da própria Disney, no alinhamento de filmes em ação real que o estúdio já produz com marca própria e junte-se os X-Men (que apesar de pertencerem à Marvel foram licenciados à 20th Century FOX antes da compra do gigante dos comics pela Disney), os quatro filmes que aí vêm baseados no mega sucesso de bilheteira "Avatar" de James Cameron e todo o catálogo de séries e minisséries de sucesso da 20th Century FOX TV.

Mas porque estão os Murdoch dispostos a vender? Um analista da Bernstein Research diz que esta é a melhor altura. "Talvez tenham refletido e percebido que o seu modelo de negócio está em declínio e vale mais hoje do que alguma vez valerá no futuro" afirma Todd Juenger citado pelo Variety. Ou seja, não vamos conseguir sobreviver ao ataque das Netflix e Amazons deste mundo e o melhor será deixar a luta para outros e vender a bom preço enquanto estamos de saúde.

Após uma primeira ronda de conversações falhadas, a 6 de dezembro, espera-se que os moldes definitivos do acordo sejam divulgados esta quarta-feira, mas todo o processo de aprovação pelos organismos reguladores pode demorar um ano.