Cartaz de cinema

Destaques da programação na RTP2 (13 a 19 de novembro 2017)

Publicado em 10 Nov. 2017 às 13:42, por , em Notícias de Televisão e Séries (Temas: Estreias)

Destaques da programação na RTP2 (13 a 19 de novembro 2017)

Esta semana a programação da RTP2 conta com a estreia da segunda temporada da série italiana "Gomorra", sobre a máfia napolitana; com um documentário assinado pelo mítico artista de rua Banksy; e ainda com a história da vida e a obra do pernambucano Dominguinhos, um dos maiores mestres da música brasileira.

Quanto ao cinema, o canal dois de serviço públic exibe os filmes "A Caça", drama que mostra como uma pequena mentira pode ter consequências devastadoras; "Fim-de-semana em Família", comédia realizada por Jodie Foster e "O Desolado", o segundo volume da trilogia "As Mil e uma Noites" do cineasta português Miguel Gomes.

Abaixo, pode consultar estes e outros destaques, com maior detalhe.  

 

Inesquecíveis viagens de comboio

RTP2, Segunda, 13 de novembro, 15h30

Série documental

A descoberta do mundo ao ritmo das viagens de comboio.

Philippe Gougler leva-nos por inesquecíveis viagens de comboio, onde encontra pessoas, compartilha a vida e desvenda a sua singularidade e humanidade. Uma oportunidade única para descobrir civilizações inesquecíveis, locais históricos, paisagens maravilhosas e conhecer melhor a cultura do país. Na 6ª temporada, Philippe percorre a Coreia do Sul, Itália, Mongólia, Suécia e Zimbabwe.

 

A caça (2012)

RTP2, Segunda, 13 de novembro, 23h30

Filme

Uma história dramática que mostra como uma pequena mentira pode ter consequências devastadoras e transformar-se num episódio de histeria coletiva. Filme do cineasta dinamarquês Thomas Vinterberg, onde a prestação de Mads Mikkelse lhe valeu o prémio de melhor ator no Festival de Cannes, em 2012.

Depois de um duro divórcio e da brusca separação do filho adolescente, Lucas (Mads Mikkelsen) parece reencontrar a felicidade ao lado da nova namorada. Trabalha numa creche e tenta recuperar a relação com o filho (Lasse Fogelstrom). Mas, uma mentira vai mudar para sempre a sua vida. Uma das crianças, Klara (Annika Wedderkopp), denuncia um episódio impróprio com Lucas, para se vingar da falta de atenção do professor. A desconfiança abate-se sobre os habitantes e Lucas, mesmo sem provas, é perseguido pela comunidade. O professor terá de encontrar maneira de provar a sua inocência mas, mesmo que seja absolvido, sabe que esse episódio irá deixar marcas profundas.

 

Banksy – pinta a parede! (estreia)

RTP2, Quarta, 15 de novembro, 23h00

Documentário

Um dos mais provocadores filmes sobre arte alguma vez feito.

Documentário assinado pelo mítico artista de rua Banksy, um dos mais famosos artistas britânicos, que traça a história da arte urbana. Um fascinante estudo sobre a pequena criminalidade, camaradagem e incompetência. "Banksy – pinta a parede!", acompanha o excêntrico dono de uma loja que decide pegar numa câmara de filmar e captar alguns dos mais infames vândalos. Mas um artista de rua chamado Bansky apodera-se da câmara e o resultado é verdadeiramente inesperado. Um apaixonante conto de fadas moderno, por vezes chocante, hilariante e absurdo.

 

Portugal que dança

RTP2, Quinta, 16 de novembro, 23h00

Série documental

Série documental sobre a nova geração de coreógrafos e criadores portugueses, com realização de Cristina Ferreira Gomes e autoria de Luiz Antunes. Uma viagem ao universo de cada criador, trazendo à luz processos e visões no cruzamento de diferentes disciplinas artísticas.

Neste episódio acompanhamos a dupla Sofia Dias e Vítor Roriz, bailarinos e coreógrafos independentes que colaboram desde 2006 na pesquisa e conceção de várias trabalhos coreográficos apresentados em Portugal e no estrangeiro.

 

Falar no Feminino - A Informação no Feminino

RTP2, Quinta, 16 de novembro, 23h40

Documentário

Mulheres jornalistas. Documentário de José Carlos de Oliveira sobre a visão e o papel da Mulher na Comunicação Social. O surgimento da Crónica Feminina, a descoberta de um novo público e de um mercado de publicações até então inexplorado.

 

Gomorra (estreia)

RTP2, Sexta, 17 de novembro, 22h00

Série

A RTP2 estreia a 2ª temporada da série italiana Gomorra, baseada no best-seller de Roberto Saviano.

A era dos Savastano, um dos mais poderosos clãs que sem oposição impunham a lei em Nápoles, parece ter chegado ao fim. Para conseguir escapar da prisão, o temido padrinho Don Pietro Savastano simula ter enlouquecido, o que origina o maior vazio de poder da história da Camorra. Muitos vão agora disputar o seu território. Ciro Di Marzio e Gennaro "Genny" Savastano formam uma aliança que não olha a meios para impor a sua vontade. Mas Don Pietro regressa de maneira inesperada, disposto a recuperar o seu império.

 

Fim-de-semana em Família (1995)

RTP2, Sexta, 17 de novembro, 23h00

Filme

Comédia realizada por Jodie Foster ("Mentes que brilham", "O Silêncio dos Inocentes") sobre uma família americana e as suas disfuncionalidades, que se tornam mais evidentes no tradicional convívio do Dia de Ação de Graças. Com Holly Hunter, Robert Downey Jr., Anne Bancroft e Geraldine Chaplin.

Claudia Larson (Holly Hunter), mãe solteira e restauradora de arte num museu de Chicago, acaba de ser despedida por falta de verbas. Em plena crise pessoal, Claudia prepara-se para passar o Dia de Ação de Graças com os pais. Para piorar a situação, a filha de 16 anos (Claire Danes) anuncia que pretende perder a virgindade com o novo namorado. Enfrentando o pavor de viajar de avião, Claudia parte para Baltimore mas a reunião familiar termina num verdadeiro conflito.

 

Dominguinhos (estreia)

RTP2, Sexta, 17 de novembro, 24h45

Documentário

Incluído na programação da Lisboa Capital Ibero-americana da Cultura 2017, a RTP2 apresenta o documentário sobre a vida e a obra de um dos maiores mestres da música brasileira.

Sanfoneiro, cantor e compositor, foi discípulo de Luis Gonzaga e autor de sucessos como "De volta pro aconchego" e "Lamento Sertanejo". Uma visão original sobre Dominguinhos (1941-2013), que revela uma história que se multiplica em sons, versos e beleza. O documentário intercala imagens de arquivo, de espetáculos e encontros com artistas da música brasileira como Gilberto Gil, Gal Costa, Elba Ramalho, Hermeto Paschoal, João Donato, Djavan, Nara Leão, Nana Caymmi, Luiz Gonzaga, Yamandu Costa, Hamilton de Holanda, entre outros.

 

La bayadère

RTP2, Sábado, 18 de novembro, 22h05

Bailado

Bailado em três atos sobre a história de um amor impossível. Coreografia de Marius Petipa (1818-1910), com música de Ludwig Minkus (1826-1917), numa produção do Teatro Marinsky de Sampetersburgo.

"La bayadère" conta a triste história de amor entre o nobre guerreiro Solor e a dançarina do templo Nikia, que morre envenenada pela sua rival, a Princesa Gamzatti. Templos, palácios majestosos, ágeis dançarinos, véus coloridos, cobras e cachimbos de ópio. A exuberância decorativa dos dois primeiros atos contrasta com o terceiro, o Ato Branco ou Ato das Sombras, um virtuoso triunfo da dança clássica.

Na Índia antiga, o jovem guerreiro Solor está apaixonado pela bela Nikia, dançarina do templo. Solor e Nikia planeiam fugir e fazem juras de amor diante do fogo sagrado. Agradado com o presente que lhe trouxe o jovem guerreiro, o Rajá oferece a mão da sua filha Gamzatti em casamento. Nikia encontra-se com Gamzatti e implora-lhe que deixe Solor. A princesa tenta dissuadir Nikia com joias e presentes mas ela recusa e, desesperada, ameaça Gamzatti com um punhal. Chocada com seu próprio gesto, Nikia foge. Na festa, Nikia dança para os noivos mas é mordida por uma serpente venenosa. Percebendo que Solor não tem coragem para lutar pelo seu amor, Nikia rejeita o antídoto e prefere morrer. Solor fica angustiado e cheio de remorsos. Adormecido pelo ópio, o jovem sonha com a sua verdadeira amada.

Bailarinos: Nikia – Viktoria Tereshkina; Gamzatti – Anastasia Matvienko; Solor – Vladimir Shklyarov; Sacerdote Brâmane – Vladimir Ponomarev

Companhia de Bailado do Teatro Marinsky; Orquestra do Teatro Marinsky sob a direção de Boris Gruzin.

Gravado no Teatro Marinsky, Sampetersburgo.

 

O Desolado (2015)

RTP2, Sábado, 18 de novembro, 24h15

Filme

"O Desolado" é o segundo volume da trilogia "As Mil e uma Noites", do cineasta português Miguel Gomes ("Aquele Querido Mês de Agosto", "Tabu"), que começa com "O Inquieto" e termina com "O Encantado". Uma história sobre o Portugal de hoje, inspirada em Xerazade e em factos ocorridos entre 2013 e 2014, recolhidos por um grupo de jornalistas. Um retrato da sociedade portuguesa, no meio de uma crise social e económica, durante o período em que o país esteve refém do programa de austeridade.

Num País Europeu em crise, um realizador propõe-se construir uma ficção a partir da miserável realidade onde está inserido. Incapaz de descobrir um sentido para o seu trabalho, foge cobardemente dando lugar à bela Xerazade. A princesa, para ganhar mais um dia de vida, conta ao rei as inquietantes maldições que se abatem sobre o país. Com o passar das noites, a inquietude dá lugar à desolação e a desolação ao encantamento. Xerazade organiza as histórias que conta ao Rei em três volumes, com ânimo e coragem para não o aborrecer.

Em "O Desolado", Miguel Gomes ficciona a história do suicídio de um casal, nos arredores de Lisboa, o caso de Manuel Baltazar, que andou a monte vários dias depois de ter assassinado duas mulheres e ferido outras duas, e o julgamento de vários casos em tribunal, numa espécie de retrato da justiça portuguesa. Xerazade começa assim a narrar como a desolação invadiu os homens: "Escuta, ó Rei venturoso, fui sabedora de que num triste país entre os países, andava fugido à justiça dos homens…"

 

Sofar – give a home (estreia)

RTP2, Domingo, 19 de novembro, 23h50

Concerto

Todos merecem uma casa, não apenas a memória de uma.

"Give a Home" é um projeto solidário que junta mais de 1.000 músicos em 300 cidades de todo o mundo. O Sofar Sounds e a Amnistia Internacional dinamizaram pequenos concertos para apoiar os mais de 20 milhões refugiados. No dia 20 de setembro, centenas de cidades abriram as portas da sua casa para um evento Sofar Sounds muito especial. Concertos acústicos, em locais intimistas como salas de estar, livrarias ou galerias de arte, juntaram músicos e comunidades para mostrar a importância de se ter um lugar ao qual chamar lar. Em Portugal juntaram-se sleepinpatterns, Tatanka, Trêsporcento e Noiserv.