Cartaz de cinema

Destaques da programação da RTP2 (Semana de 18 a 24 junho)

Publicado em 14 Jun. 2018 às 18:42, por , em Notícias de Televisão e Séries

Destaques da programação da RTP2 (Semana de 18 a 24 junho)

Nesta semana, a RTP2 apresenta a história do projeto do consagrado artista plástico brasileiro Vik Muniz, "Lixo extraordinário", num documentário que revela o poder da arte.

No ano em que se celebra os 75 anos da primeira edição de "O Principezinho", um dos livros mais traduzidos em todo o mundo, a RTP2 estreia o documentário "Antoine de Saint-Exupéry" que revela momentos da vida do autor.

Também em estreia o documentário "Meninas Privadas de Educação" sobre a realidade das raparigas que, em pleno século XXI, ainda são privadas do acesso ao ensino escolar.

Haverá ainda um novo episódio da série Portugal que Dança, desta vez sobre o processo de elaboração do espetáculo "Rule of Thirds" da dupla de coreógrafos portugueses São Castro e António Cabrita.

As noites de cinema são preenchidas com "Patifes", do cineasta romeno Serban Marinescu, sobre corrupção, jogos políticos e tráfico de influências; "Porto", do cineasta brasileiro Gabe Klinger, a história de um encontro passado na cidade do Porto, uma noite de amor que mudou a vida de duas pessoas; "Veredas", do cineasta português João César Monteiro, uma reflexão sobre as nossas raízes culturais, passando por séculos da história do país; e, na tarde de domingo, "O Mundo Secreto de Arrietty", um filme de animação do cineasta japonês Hiromasa Yonebayashi sobre uma amizade que floresce entre dois mundos diferentes.

A terminar a semana "Young Men", uma longa-metragem de dança com bailarinos da companhia BalletBoyz, uma jornada emocional e intensa pela realidade dos jovens que enfrentam a brutalidade da guerra; e o concerto da trompetista, improvisadora e compositora Susana Santos Silva, uma das figuras emergentes do jazz contemporâneo e da música improvisada.

 

Patifes (2007)

RTP2, segunda, 18 de junho, 23h45

Filme

Filme do cineasta romeno Serban Marinescu, inspirado no romance do escritor Dinu Sararu, sobre corrupção, jogos de poder e tráfico de influências. A classe política no poder, através dos Serviços Secretos, persegue tanto os seus membros e apoiantes como a oposição. Ninguém escapa. Todos são vigiados, todos são chantageados. Jogos e tráfico de influências acontecem tanto à porta fechada como à vista de todos.

O Primeiro-ministro discorda da dupla jogada do empresário Dandu Patricianu, que financia poder e oposição. Com a ajuda de um conselheiro perspicaz, um ex-agente dos Serviços Secretos e um repórter em ascensão, pretende revelar o esquema que envolve o empresário, um General e um jovem senador. Sem avisar Didi Sfiosu, conselheiro do presidente e ex-revolucionário, o Primeiro-ministro ordena a prisão de Patricianu. Mas o conselheiro pede a sua libertação imediata pois sabe que o empresário é o único capaz de financiar a próxima campanha. Vendo os seus planos gorados, o Primeiro-ministro planeia o assassinato do General. Enojado com os acontecimentos, Sfiosu decide "enterrar a revolução" e coloca uma cruz com o seu nome. Esta democracia não presta, tal como a ditadura.

 

Lixo extraordinário (2010)

RTP2, terça, 19 de junho, 23h45

Documentário

"Lixo Extraordinário" conta a história de um projeto artístico que acabou por ganhar uma vertente humanitária e interventiva. Um documentário tocante que revela o poder da arte.

Vik Muniz é um consagrado artista plástico brasileiro que cria fotografias utilizando objetos dos locais onde as pessoas vivem e trabalham. É conhecido por usar materiais inusitados como lixo, açúcar ou chocolate. Galardoado com vários prémios internacionais, "Lixo Extraordinário", dos cineastas Lucy Walker, João Jardim e Karen Harley, acompanha durante dois anos o trabalho do artista na produção de obras com material recolhido na maior lixeira do mundo, o Jardim Gramacho no Rio de Janeiro. No Jardim Gramacho, milhares de pessoas vivem no lixo e do lixo. Homens e mulheres procuram material reciclável para vender, em condições inacreditavelmente desumanas. A proposta inicial do artista era produzir retratos dos catadores de lixo mas o projeto acabou por ganhar uma outra dimensão devido à maneira profunda e sensível com que Muniz se relacionou com os trabalhadores do aterro. Ao longo de dois anos, com o lixo recolhido, criou obras de arte extraordinárias e transformou a vida dos sete catadores de lixo que participaram no projeto. Com o seu trabalho, Muniz dá uma nova força e dignidade aos trabalhadores do lixo e revela o poder transformador da arte.

 

Antoine de Saint-Exupéry (estreia)

RTP2, quarta, 20 de junho, 23h15

Documentário

No ano em que se celebra os 75 anos da primeira edição de "O Principezinho", um dos livros mais traduzidos em todo o mundo, a RTP2 apresenta um documentário que revela momentos da vida do seu autor.

Autor da obra-prima "O Principezinho", Antoine de Saint-Exupéry, ou Saint-Ex para os amigos, sobrevoava o Mediterrâneo quando o seu avião desapareceu, a 31 de julho de 1944. Este trágico e misterioso evento fez surgir o mito. Foi falha mecânica? Erro de navegação? Terá sido abatido pelo inimigo? Foi suicídio? O seu desaparecimento marca o fim de uma vida intensa que se tornou lendária. Quem foi o homem que escreveu "O Principezinho", um livro traduzido em mais de 250 línguas e dialetos e um dos livros mais apreciados e lidos em todo o mundo. Através de arquivos de filmes e "desenhos", o documentário revê, no percurso de um voo, momentos da vida do escritor, ilustrador e piloto francês, que ajudaram a criar a lenda.

 

Portugal que Dança - São Castro e António Cabrita (novo episódio)

RTP2, quinta, 21 de junho, 23h15

Série documental

Série documental sobre a nova geração de coreógrafos e criadores portugueses, com realização de Cristina Ferreira Gomes e autoria de Luiz Antunes. Uma viagem ao universo de cada criador, trazendo à luz processos e visões no cruzamento de diferentes disciplinas artísticas.

Neste episódio acompanhamos o processo de elaboração do espetáculo "Rule of Thirds", da dupla de coreógrafos São Castro e António Cabrita, diretores artísticos da Companhia Paulo Ribeiro, no Teatro Viriato, em Viseu. Testemunhamos as inquietações, a dedicação e o esforço diários colocados no desenvolvimento da criação. Num registo de grande proximidade com os criadores e os dois bailarinos que os acompanham, o documentário percorre as interrogações na procura de uma obra perfeita tendo como ponto de partida o trabalho do fotógrafo Henri Cartier Bresson. Entre Lisboa e Viseu, seguimos o trabalho diário de São Castro e António Cabrita, espreitamos coreografias anteriores, entramos no seu mundo, e assistimos a testemunhos sobre o seu trabalho criativo.

Rule of Thirds

O fascinante nesta abordagem criativa, a partir de uma obra fotográfica, não é somente o confronto com o ato de criar a partir de uma imagem, mas também toda a dramaturgia em torno desse corte temporal incapaz de anular por completo a sugestão de movimento. O corpo em pausa. Um foco sobre a beleza formal de um momento, o seu conteúdo expressivo, o acaso objetivo, a compreensão através do olhar. A poética ambígua do visível onde o detalhe do gesto se encontra e é intrínseco ao ato de nos movermos, numa linguagem própria, que nos fala sem uso da palavra. O processo é como uma fotografia bem enquadrada. Sensibilidade, intuição e sentido de geometria. O domínio do tempo e o controlo do espaço num olhar sobre a vida. O enquadramento natural do instinto humano numa coleção de instantes captados por Henri Cartier-Bresson e utilizados como mote coreográfico. O lado mais humano e real do sujeito captado de forma excecionalmente natural e exímia. O palco como enquadramento do corpo em tempo real.

 

Porto (2016) - estreia

RTP2, sexta, 22 de junho, 23h15

Filme

Filme do cineasta brasileiro Gabe Klinger. A história de um encontro, uma noite de amor que muda para sempre a vida de duas pessoas. Rodado no Porto, foi o último filme protagonizado pelo ator Anton Yelchin.

Jake (Yelchin), um americano solitário afastado da família, e Mati (Lucie Lucas), uma estudante francesa, partilham uma noite intensa na cidade do Porto. Uma experiência marcante, envolta numa aura de mistério, que vai sendo revelada. Desde da infância até à morte, percorremos as vivências de Jake e Mati, o encontro, o afastamento e o reencontro anos mais tarde. Percorrendo memórias, revivem as profundezas de uma noite que o tempo não alterou. Uma noite de intimidade e paixão, um encontro que mudou para sempre as suas vidas.

 

Meninas Privadas de Educação (estreia)

RTP2, sábado, 23 de junho, 19h00

Documentário

Um documentário que revela como, em pleno século XXI, mais de cem milhões de raparigas em todo o mundo são privadas de frequentar as salas de aula e ter acesso à Educação escolar. Em países tão diversos como o Quénia, o Iémen, o Paquistão ou a Guatemala, argumentos religiosos, culturais e políticos são utilizados para justificar a negação desse direito. Nascida numa família de imigrantes analfabetos, Jeannette Bougrab , ex-Secretária de Estado da Juventude e Vida Comunitária em França, é uma prova viva do sucesso da educação. Jeannette está determinada em mostrar que melhorar e incentivar o acesso das jovens ao ensino escolar aumentará o desenvolvimento global da sociedade... e Jeannette não tem medo de expor aqueles que fazem tudo o que podem para continuar a privar as mulheres da Educação escolar.

 

Young Men (estreia)

RTP2, sábado, 23 de junho, 22h15

Filme de Dança

Uma longa-metragem de dança, com bailarinos da companhia BalletBoyz, uma jornada emocional e intensa pela realidade dos jovens que enfrentam a brutalidade da guerra.

Um grupo de jovens, unidos pela brutalidade indiscriminada da guerra e num ciclo interminável de combate e morte, lutam para manter a humanidade. Combinando música e coreografia, este filme sem palavras é uma jornada emocionante e intensa pela realidade dos soldados que enfrentam os limites da existência humana. Jovens que sucumbem de diferentes formas ao terror da situação. A cruel e indiscriminada brutalidade da guerra tem impacto mental e físico nestes jovens que lutam para sobreviver a um dia de destruição apenas para acordar para novas ameaças mortais.

Uma longa-metragem de dança, filmada no norte de França, com bailarinos da companhia de dança BalletBoyz. Baseado na produção homónima de enorme sucesso, estreada no Teatro Sadler"s Wells em Londres em 2014, a coreografia é do espanhol Iván Pérez com música original do cantor e compositor inglês Keaton Henson interpretada pela BBC Concert Orchestra.

 

Veredas (1977)

RTP2, sábado, 23 de junho, 23h30

Filme

"Veredas", de João César Monteiro, é um filme com um enredo muito pouco convencional inspirado numa série de lendas, mitos e canções populares. Com uma forte componente imaginativa e uma notável vertente documental, o filme é uma reflexão sobre as nossas raízes culturais, passando por séculos de um país com uma longa história.

Um homem e uma mulher descem de Trás-os-Montes até ao mar por entre caminhos desconhecidos. Durante a viagem deparam-se com lendas, sons e rostos, terras e fragas e diferentes obstáculos. Um jovem pastor apaixona-se por uma das filhas do diabo enquanto tenta recuperar as suas ovelhas desaparecidas. Uma mulher vê o seu filho ser raptado por três lobos. Atena confronta-se com uma deusa, que fala pelas vozes do povo.

 

O Mundo Secreto de Arrietty (2010) - estreia

RTP2, domingo, 24 de junho, 18h30

Filme de Animação

Filme de animação do cineasta japonês Hiromasa Yonebayashi, sobre uma amizade que floresce entre dois mundos diferentes.

Por baixo do chão de uma mansão, nos arredores de Tóquio, vive a minúscula Arrietty, de 14 anos de idade, com a sua minúscula família. A mansão é habitada por duas velhas senhoras que não fazem a mínima ideia da existência destas pessoas em miniatura. Arrietty e a família vivem de "empréstimos". Tudo o que têm pedem emprestado ou fazem a partir de coisas emprestadas. Bens essenciais como gás, água e alimentos. Mesas, cadeiras e utensílios de cozinha. E guloseimas – um cubo de açúcar aqui, outro ali. Mas só um pouco de cada vez, para as senhoras não notarem. Um dia, Sho, de 12 anos de idade, vem viver para a mansão enquanto aguarda por tratamento médico na cidade. Os pais de Arrietty sempre a avisaram: "nunca deixes que os humanos te vejam". Se tal acontecesse, as pequenas criaturas teriam de se mudar. Mas a aventureira Arrietty não lhes dá ouvidos e Sho descobre-a. Os dois começam a confiar um no outro e, em pouco tempo, a amizade começa a florescer…

 

Susana Santos Silva - Impermanence (estreia)

RTP2, madrugada de domingo para segunda, 25 de junho, 0h10

Concerto

Concerto da trompetista, improvisadora e compositora Susana Santos Silva, uma das figuras emergentes do jazz contemporâneo e da música improvisada.

Susana Santos Silva é trompetista, improvisadora e compositora. Nos últimos anos tem sido considerada pela imprensa internacional como uma das vozes emergentes do jazz contemporâneo e da música improvisada. Com uma abordagem singular que surge de um espectro abrangente de influências, desde a música clássica e contemporânea ao jazz e à arte sonora textural, Susana Santos Silva está interessada em explorar os limites do instrumento e novas formas de expressão dentro da música.

Concerto realizado no Pequeno Auditório do Centro Cultural de Belém, Lisboa, em março de 2018