Cartaz de cinema

David Tennant e Michael Sheen são anjo e demónio na primeira foto da minissérie "Good Omens"

Publicado em 19 Set. 2017 às 14:44, por , em Notícias de Televisão e Séries (Temas: Primeiro olhar, Elenco)

David Tennant e Michael Sheen são anjo e demónio na primeira foto da minissérie "Good Omens"

Os dois atores unem esforços para sabotar o fim do mundo.

Michael Sheen será o anjo Aziraphale e David Tennant o demónio Crowley na minissérie em seis episódios "Good Omens", com Michael McKean, Miranda Richardson e Adria Arjona a completarem o elenco.

A estreia mundial ocorrerá em 2019 na plataforma digital Amazon Prime Video. As filmagens começaram esta semana em Londres e serviram de pretexto para esta primeira foto de apresentação dos protagonistas.

O material base para a série surgiu em 1990, quando Neil Gaiman e Terry Pratchett publicaram o livro "Good Omens" que é, antes de tudo, a história de uma conspiração existente desde o início dos tempos.

Deus, o Diabo, ou ambos, haviam planeado o Armagedão, uma derradeira batalha entre as forças do Bem e do Mal. Mas quando a hora chega, uma troca de bebés coloca o Anticristo recém-nascido na família errada e tudo começa a correr mal.

Grandes apreciadores dos prazeres terrenos, os representantes do Céu e do Inferno na Terra (as personagens de Sheen e Tennant), os Quatro Cavaleiros do Apocalipse (ávidos fãs de motos com personalidades muito vincadas) e o próprio Anticristo decidem tomar as rédeas dos acontecimentos e sabotar o Fim do Mundo.

Se, à primeira vista, os nomes dos autores não lhe dizem muito, acrescentamos que Gaiman assinou "Coraline e a Porta Secreta" (adaptado ao cinema numa longa-metragem animada) e "American Gods" (recentemente transformada em série de sucesso). Prattchet, que morreu em 2005, é menos conhecido e nunca conseguiu que as suas obras nas áreas da literatura juvenil e de fantasia fossem adaptadas ao cinema, mas possui uma enorme reputação no Reino Unido.

O livro "Goom Omens" teve edição portuguesa pela Editorial Presença em 2004 com o título "Bons Augúrios". No Brasil, é conhecido como "Belas Maldições".