Cartaz de cinema

Cinemateca Portuguesa assinala os 70 anos com alargado programa de iniciativas

Publicado em 4 Set. 2018 às 23:52, por , em Notícias de cinema (Temas: Cinema Português, Ciclos de cinema)

Cinemateca Portuguesa assinala os 70 anos com alargado programa de iniciativas

Em 2018 e 2019, a Cinemateca Portuguesa celebra 70 anos de existência, através de uma temporada de iniciativas, anunciada no passado sábado à noite pelo seu diretor, José Manuel Costa, que não só recordará o passado da instituição, como também promoverá a sua visão para o futuro.

Entre novembro de 2018 e junho de 2019, a Cinemateca Portuguesa promoverá uma série de eventos e atividades, aberta ao público em geral, num programa em que se destaca uma mostra integral dedicada a Manoel de Oliveira e o projeto que visa a classificação de filmes portugueses como Tesouros Nacionais.

Do largo programa de atividades, destacam-se ainda:

  • A 16 de novembro, com início às 18h00, uma Festa Comemorativa dos 70 anos, na sede da Cinemateca Portuguesa, durante a qual será promovida a projeção contínua de bobines (fragmentos) de filmes produzidos em Portugal em todas as épocas e de todos os géneros;
  • A 30 de novembro, Colóquio sobre o Passado, Presente e Futuro da Cinemateca;
  • Ciclo "70 Anos – 70 Filmes", dividido em duas partes de 35 filmes cada, entre novembro a dezembro do presente ano (através da projeção de obras de todas épocas do cinema mundial que marcaram a história da Cinemateca) e nos primeiros meses de 2019 (35 obras de 35 autores do cinema mundial contemporâneo, entendidos como uma proposta de leitura da arte cinematográfica do presente);
  • Lançamento das edições "O livro de cinema – viagem através das edições e da imagem gráfica da Cinemateca" e de "História do Cinema", esta última especificamente destinada a crianças até ao 1º Ciclo de escolaridade;
  • Na Cinemateca Júnior, apresentação de dois espetáculos de lanterna mágica, por ocasião do Dia da Criança, pelo lanternista inglês Jeremy Brooker;
  • Programa "Cinemateca Aberta – A Cinemateca Por Dentro", que organizará um "dia aberto" no Arquivo Nacional das Imagens em Movimento (ANIM), e visitas guiadas a esse departamento e ao Centro de Documentação e Informação.

Paralelamente, e numa das etapas mais ambiciosas do programa dos 70 anos da Cinemateca Portuguesa, será iniciado um projeto amplo e faseado com vista à classificação patrimonial dos materiais originais do cinema português (tais como negativos, as cópias mestres, entre outros suportes) como bens de interesse nacional e, portanto, merecedores da designação "Tesouro Nacional".

Os pormenores e mais datas sobre o programa de iniciativas dos 70 anos da Cinemateca Portuguesa podem ser consultados na página da instituição.