Cartaz de cinema

Calendário de transmissões de desportos de inverno nos canais Eurosport

Publicado em 22 Nov. 2016 às 15:12, por , em Notícias de Televisão e Séries

Calendário de transmissões de desportos de inverno nos canais Eurosport

Como é hábito, os canais de televisão Eurosport 1 e Eurosport 2 emitem de outubro de 2016 a março de 2017 a temporada competitiva de um variado leque de desportos de inverno.

São mais de duas mil horas de cobertura de 11 disciplinas discutidas na neve e no gelo.

Os canais europeus de desporto vão seguir em direto as Taças do Mundo de Saltos de Esqui, Esqui Alpino, Biatlo, Cross Country, Combinado Nórdico,  Snowboard e Freestyle Skiing.

Somam-se ainda as modalidades discutidas sobre o gelo como a Patinagem Artística e de Velocidade, o Luge e o Curling.

Abaixo apresentamos o calendário com o essencial de cada modalidade.

SALTOS DE ESQUI

Os destemidos "homens voadores" regressam à ação nos trampolins vestidos de branco, depois da pré-temporada em relva no Grande Prémio de Verão.

A Taça do Mundo arranca a 24 de novembro, em Ruka, na Finlândia, em pleno Circulo Polar Ártico. É a primeira vez em quatro anos que esta pequena estância de esqui situada a 20 kms de Kuusamo recebe o início do campeonato.

Peter Prevc tenta conquistar uma vez mais o globo de cristal depois de, na época passada, ter revelado uma forma física e mental impressionante. O esloveno ganhou tudo: Campeonato, Torneio dos Quatro Trampolins e Título Mundial de Voos de Esqui. Bateu também vários recordes: maior número de vitórias consecutivas numa só época (15), conseguiu 22 pódios e somou um novo máximo de 2.303 pontos. Garantiu ainda a maior diferença para o segundo classificado (813 pontos), Severin Freund, campeão na época anterior.

Curiosamente, nessa altura, o alemão terminou a Taça do Mundo empatado com Prevc, mas valeu-lhe o maior número de vitórias individuais como critério de desempate, algo inédito na modalidade.

Nas senhoras, a japonesa Sara Takanashi, de apenas 20 anos, dominou a época por completo, conquistando o terceiro globo de cristal da carreira. Apesar da juventude, Takanashi é já das melhores atletas na história da modalidade, com 44 vitórias em provas da Taça do Mundo.

Como pontos altos da época destacam-se o Torneio dos Quatro Trampolins, com o seu famoso sistema de "mata-mata", o Raw Air, uma nova minicompetição criada pelos noruegueses, e ainda os Campeonatos do Mundo de Esqui Nórdico, em Lahti, cidade finlandesa que acolhe o evento pela sétima vez.

O Torneio dos Quatro surge inserido no calendário da Taça do Mundo. Durante nove dias, os melhores saltadores competem em quatro trampolins: dois na Alemanha, em dezembro (Oberstdorf e Garmisch-Partenkirchen), e dois na Áustria em janeiro (Innsbruck e Bischofhofen).

É um dos momentos mais importantes da temporada. As provas têm uma emoção extra devido ao sistema de eliminação entre saltadores, na primeira ronda.

Na história das 64 edições do Torneio dos Quatro Trampolins apenas um homem conseguiu fazer o pleno e vencer as quatro provas. Foi o alemão Sven Hannwald em 2001-2002.

O finlandês Janne Ahonnen, com cinco troféus, é a figura no topo da lista de máximos campeões desta minicompetição, equivalente à Liga dos Campeões no futebol.

O Raw Air é uma competição nova, criada este verão e discutida apenas em solo norueguês.

Ao longo de 10 dias, os atletas terão de somar o maior número de pontos nos trampolins de Oslo, Lillehammer, Throndheim e Vikersund. Não só terão de competir nas provas, mas também nas rondas de qualificação que, neste novo formato, também contam para a nota final.

Em 2017 há também Campeonato do Mundo de Esqui Nórdico, que se realizam a cada dois anos. Desta vez, entre 22 de fevereiro e 5 de março de 2017, é a cidade de Lahti, na Finlândia, que recebe os melhores atletas das diferentes nações. A Taça do Mundo pára e quem apresente melhor ritmo ao longo do campeonato tem mais hipóteses de conquistar medalhas.

Finalmente, a Taça do Mundo termina em Planica, na Eslovénia, casa de um dos dois maiores trampolins do globo, o Letalnica bratov Gorišek, de 225m. Estão garantidos voos espetaculares acima dos 200m.

ESQUI ALPINO

O Eurosport transmite em direto, ao longo da época, todas a provas das diferentes disciplinas de mais uma edição da Taça do Mundo, em direto, entre 22 de outubro de 2016 e 19 de março de 2017.

Em jogo estão os pequenos globos de cristal de Dowhill, Super Gigante, Slalom, Slalom Gigante e Super Combinado, nos setores masculino e feminino.

No final da época o esquiador que mais pontos acumule conquista o Grande Globo de Cristal, sagrando-se campeão absoluto.

Velocidade e técnica são fatores indispensáveis para triunfar nas pistas mais exigentes do circuito, das quais se destacam, por especialidades:

Slalom - Schladming, Áustria, 24 de janeiro (prova noturna).

Slalom Gigante – Alta Badia, Itália, 18 dezembro e Adelboden, Suíça, 7 janeiro.

Super Gigante – Kitzbühel, Áustria, 20 janeiro e Kvitfjell, Noruega, 26 fevereiro.

Downhill – Wengen, Suíça, 14 janeiro e Kitzbuhel, Áustria, 21 janeiro.

O calendário da Taça do Mundo será interrompido entre 6 e 19 de fevereiro de 2017 para a realização dos Campeonatos do Mundo de Esqui Alpino, em St. Moritz, na Suíça.

O arranque de época foi azarado para uma das melhores esquiadoras de sempre. Lindsey Vonn regressava às pistas mais forte que nunca. No final da época passada, uma lesão impediu-a de conquistar o grande globo de cristal, que foi para a suíça Lara Gut. Vonn estava de regresso quando uma nova queda durante um treino resultou noutra grave lesão. Braço partido e paragem de pelo menos três semanas. Ainda assim, a norte-americana competirá com 12 parafusos no úmero direito.

Ao longo da carreira, Vonn acumulou 76 vitórias na Taça do Mundo, sendo a esquiadora alpina mais bem-sucedida de sempre. A história continua este inverno, onde a norte-americana espera aumentar o seu impressionante recorde.

Lindsey Vonn será também a protagonista do programa "Chasing History", em fevereiro, no qual os fãs poderão conhecer a sua vida fora de pistas.

Esta época, a eslovena Tina Maze, campeã do grande globo de cristal de 2013, despede-se das pistas em casa, em Maribor, em janeiro, para depois se juntar à equipa de especialistas do Eurosport.

A austríaca Anna Fenninger-Veith, campeã do grande globo de cristal de 2014 e 2015, ou a norte-americana Mikaela Shiffrin, uma das jovens sensações da modalidade, são outras das esquiadoras a ter debaixo de olho nesta temporada.

Nos homens, Marcel Hirscher conquistou pela quinta vez consecutiva o grande globo de cristal, afirmando-se como um dos melhores e mais completos esquiadores da história. Veremos se será capaz de repetir a façanha este inverno. Terá a concorrência do norueguês Axel Lund Svindal, que se encontra algo debilitado e não totalmente em forma depois de ter sofrido uma grave lesão na época passada. O francês Alexis Pinturault e o norueguês Kjetil Jansrud são igualmente candidatos aos pódios.

BIATLO

De 27 de novembro de 2016 a 19 de março de 2017 cumpre-se mais uma temporada da Taça do Mundo de Biatlo, modalidade que junta esqui de fundo (Cross Country) e tiro.

Os atletas têm um calendário preenchido por terras europeias, mas que este ano inclui uma passagem por PyeongChang, na Coreia do Sul, palco das próximas olimpíadas de inverno.

O Eurosport começa a acompanhar a época a 27 de novembro, em Östersund, na Suécia.

Martin Fourcade tentará conquistar o seu sexto globo de cristal consecutivo, depois de ter dominado na época passada.

Aos 42 anos, o norueguês Ole Einar Bjørndalen ainda não decidiu pendurar os esquis. Não está focado em conquistar a Taça do Mundo, mas competirá em vários eventos para se preparar para os Campeonatos do Mundo e Jogos Olímpicos. Bjørndalen é um dos históricos da modalidade. Conta com 6 globos de cristal, 94 vitórias individuais, 178 pódios e 13 medalhas olímpicas, 8 das quais de ouro. É o atleta mais medalhado da história em olimpíadas de inverno.

Nas senhoras, Gabriela Koukalová, da República Checa, conquistou a Taça do Mundo pela primeira vez e parte como uma das fortes candidatas à renovação do título. Terá a concorrência de nomes como os da finlandesa Kaisa Mäkäräinen, da francesa Marie Dorin Habert, da italiana Dorothea Wierer ou da bielorrussa Darya Domracheva, que este verão casou com Bjørndalen. Ambos foram pais de uma menina que nasceu no passado dia 1 de outubro.

Entre 8 e 19 de fevereiro de 2017, a cidade austríaca de Hochfilzen acolhe mais uma edição dos Campeonatos do Mundo de Biatlo, evento que ocorre todos os anos. Os biatletas lutam pelas diferentes medalhas nas vertentes individuais, Sprint, Perseguição, Partida em Massa e Estafeta.

CROSS COUNTRY

Ruka foi o palco escolhido para o arranque de mais uma época. É lá que estarão reunidas todas as disciplinas do Esqui Nórdico, incluindo o Combinado Nórdico e os Saltos de Esqui.

Tanto senhoras como homens entram em ação com a prova de Sprint estilo clássico, no sábado dia 26 de novembro. A Noruega dominou na temporada passada com os triunfos absolutos de Martin Johnsrud Sundby, nos homens, e Therese Johaug nas senhoras.

A temporada promete ser novamente pintada com as cores da bandeira norueguesa, já que Marit Bjørgen é outra das candidatas ao título. A norueguesa chega com fome de vitórias depois de ter falhado a última época para ser mãe. Conta com um impressionante currículo: 4 Taças do Mundo, 102 vitórias individuais e 165 pódios, 6 medalhas de ouro olímpicas e 14 medalhas de ouro em Campeonatos do Mundo.

A Taça do Mundo conta ainda com importantes destaques no calendário como são os casos da Abertura Nórdica (Lillehammer de 2 a 4 de dezembro 2016), o Tour de Ski (Val Müstair, Oberstdorf, Dobbiaco e Val di Fiemme de 31 de dezembro 2016 a 8 de janeiro 2017), as Finais da Taça do Mundo (Tyumen de 16 a 19 de março 2017), e ainda os Campeonatos do Mundo de Esqui Nórdico (Lathi entre 22 de fevereiro e 5 de março de 2017).

COMBINADO NÓRDICO

O Combinado Nórdico é um dos desportos mais complexos e exigentes, pela grande diferença de treino que têm as duas modalidades que o compõem.

Juntar a destreza, reflexos, flexibilidade, capacidade de impulso e ligeireza dos saltos, com a força e resistência do esqui de fundo parece uma missão impossível. No entanto, existem atletas que dominam essa arte como ninguém.

O alemão Eric Frenzel conquistou as quatro últimas edições da Taça do Mundo. Antes dele foi o francês Jason Lamy-Chappuis durante três épocas e antes dele foi o finlandês Hannu Manninen a vencer o globo de cristal entre as épocas 2003/2004 e 2006/2007. Frenzel pode fazer história uma vez que nunca ninguém conseguiu cinco títulos consecutivos.

O japonês Akito Watabe já ficou por três vezes em segundo lugar e outras duas em terceiro, pelo que 2016/2017 pode ser a sua época de afirmação.

Esta temporada, Seefeld, na Áustria, recebe a quarta edição da Tripla de Combinado Nórdico, inserida no calendário da Taça do Mundo e comparável ao Torneio dos Quatro Trampolins nos Saltos de Esqui e ao Tour de Ski no Cross Country.

De 27 a 29 de janeiro de 2017, os atletas competem com o objetivo de não só triunfar nas três provas, mas de somar o maior número de pontos que lhes valha a vitória final. O prémio representa um valor financeiro a dobrar, bem como um bónus de pontos para as contas finais da Taça do Mundo.

LUGE

Aqui, os praticantes desafiam circuitos por esse mundo fora a velocidades impressionantes que podem atingir os 140 Km/h.

O arranque do Campeonato acontece a 26 de novembro em Winterberg, na Alemanha. A última prova tem lugar a 26 de fevereiro de 2017, em Altenberg, também na Alemanha. Pelo meio estão previstas passagens por Lake Placid e Park City nos Estados Unidos, Wistler, no Canadá, Sigulda, na Letónia, PyeongChang, na Coreia do Sul, e ainda Konigssee e Oberhof, na Alemanha.

As quatro etapas da Taça do Mundo na nação germânica não são uma coincidência, uma vez que nos últimos anos os seus atletas têm dominado. Nos homens, Felix Loch venceu as últimas cinco edições, enquanto nas senhoras, Natalie Geisenberger conquistou as últimas quatro. Mais impressionante é o facto de a Alemanha ter sempre uma campeã no final da Taça do Mundo desde 1998/99.

PATINAGEM ARTÍSTICA

A programação do Eurosport dá amplo destaque à Patinagem Artística com a cobertura dos Grande Prémios da ISU (União Internacional de Patinagem), que antecedem a final de Marselha, onde se reúnem os seis melhores atletas da época de todas as disciplinas. Estados Unidos, Canadá, Moscovo, Paris, Pequim e Sapporo são os palcos das seis etapas que compõem esta série.

O Grande Prémio Final decorre na cidade francesa de Marselha e realiza-se entre 8 e 11 de dezembro. Lá estarão em prova os seis melhores patinadores e patinadoras das diferentes categorias.

O Eurosport garante ainda destaque à Patinagem Artística com a transmissão das seguintes provas:

Campeonato da Europa, em Ostrava, na República Checa, de 25 a 29 de janeiro de 2017.

Campeonato dos Quatro Continentes, em Gangneung, na Coreia do Sul, de 14 a 19 de fevereiro de 2017.

Campeonato do Mundo, em Helsínquia, na Finlândia, de 29 de março a 2 de abril de 2017.

PATINAGEM DE VELOCIDADE

A patinagem de velocidade também é alvo da atenção do Eurosport. O canal emite resumos com os melhores momentos das provas mais importantes da temporada, sejam em pista longa ou em pista curta. Estão garantidos resumos com os melhores momentos dos Campeonatos do Mundo e da Europa.

SNOWBOARD

O Eurosport emite a Taça do Mundo de Snowboard, um dos desportos de inverno mais radicais, que promete grandes manobras aos amantes desta modalidade.

O campeonato conta com várias disciplinas onde vão estar em jogo os globos de cristal de Slalom Paralelo, Slalom Gigante Paralelo, Snowboard Cross, Halfpipe, Slopestyle e Big Air.

Estados Unidos, China e Itália são as nações que têm dominado os pódios deste desporto nos últimos tempos.

Além da Taça do Mundo, o Eurosport vai transmitir o Festival Air+Style (3 e 4 de fevereiro de 2017), um evento de exibição no qual será montada uma enorme rampa em Innsbruck, Áustria. Entre 7 e 19 de março de 2017, a Serra Nevada, em Espanha, recebe mais uma edição dos Campeonatos do Mundo de Snowboard.

FREESTYLE SKIING

A aposta na vertente mais radical não se resume ao Snowboard. O Freestyle Skiing mantém toda a essência do espetáculo mudando apenas o material. Neste caso, em vez de uma tábua de Snowboard, os atletas competem com um par de esquis em diferentes categorias como: Moguls, Aerials, Ski Cross, Halfpipe, Slopestyle e Big Air.

Na época passada, o canadiano Mikael Kingsbury sagrou-se campeão enquanto, nas senhoras, triunfou a norte-americana Devin Logan.

Os Campeonatos do Mundo realizam-se de 7 a 19 de março de 2017, em Serra Nevada, Espanha.

CURLING

Entre 19 a 27 de novembro o Eurosport emite o Campeonato da Europa de Curling, modalidade também conhecida como "xadrez sobre o gelo". Um jogo de precisão que entre o material necessário para a sua prática inclui vassouras e umas pesadas pedras de granito.

A edição deste ano, em Renfrewshire, Glasgow, na Escócia, conta uma vez mais com as melhores nações do velho continente. Nos homens, a Suécia de Niklas Edin, equipa bicampeã em título, persegue a sua terceira vitória consecutiva e 10.ª do historial. Mas a Escócia, nação no topo com 12 triunfos, joga em casa.

Nas senhoras, a Rússia de Anna Sidorova defende o título, depois da vitória sobre a Escócia, na final do ano passado por 6-4. As russas lideradas pela "skip" de 25 anos querem a terceira medalha de ouro, depois das conquistadas em 2012 e 2015. A Suécia volta a ser a grande favorita, nação que conta com 19 títulos europeus.

No final de março de 2017, entre os dias 20 e 27, realiza-se o Campeonato do Mundo feminino, em Pequim. É a primeira vez que a China recebe esta competição.

EQUIPA DE COMENTADORES EUROSPORT

Saltos de Esqui – Vasco Simões

Esqui Alpino – João Paulo Freitas

Biatlo – Luís Lopes

Cross Country – António Lopes

Combinado Nórdico – Miguel Roriz

Luge/ Snowboard / Freestyle Skiing – Luís Cáceres Monteiro

Patinagem Artística – Fernanda Fernandes e Helena Gouveia

Patinagem de Velocidade – João Azevedo

Curling – Gonçalo Moreira