Cartaz de cinema

A batalha por "Grace do Mónaco"

Publicado em 29 Abr. 2014 às 15:21, por Samuel Andrade, em Notícias de cinema (Temas: Indústria cinematográfica)

A batalha por "Grace do Mónaco"

O produtor Harvey Weinstein e realizador Olivier Dahan estão em disputa pela versão final do filme de abertura do próximo Festival de Cannes.

Anunciado como o filme que, a 14 de maio próximo, será exibido na abertura do Festival de Cannes de 2014, o biopic sobre a vida real de Grace Kelly (interpretada por Nicole Kidman) pode ainda estar longe da sua versão definitiva.

Segundo noticia do jornal Variety, o produtor Harvey Weinstein terá revelado a insatisfação face à montagem do filme pelo realizador Olivier Dahan, existindo mesmo a ameaça do produtor norte-americano desistir dos direitos de exibição de "Grace do Mónaco" nos Estados Unidos.

Entre as exigências de Weinstein (apelidado, por alguns membros da indústria, de "Harvey Mãos-de-Tesoura", devido à sua tendência para forçar a remontagem de filmes), estão o desejo de que o filme aborde a carreira em Hollywood de Grace Kelly e de ser fornecido um maior contexto sobre a situação política do Mónaco, numa estratégia que visa favorecer a candidatura de "Grace do Mónaco" aos Oscars do próximo ano.

Do outro lado, Olivier Dahan pode reivindicar a figura legal, existente em França, do "direito de autor", segundo o qual os realizadores franceses têm direito à versão final de qualquer filme da sua autoria. Dahan parece inclinado a usar esse privilégio, embora tenha admitido, numa entrevista ao jornal Libération, que "quando se enfrenta um distribuidor americano como Weinstein, pouco há a fazer".

Enquanto não surgem mais desenvolvimentos, nota-se a possibilidade de "Grace do Mónaco" vir a integrar uma longa lista de filmes afetados pelas exigências da The Weinstein Company, tal como aconteceu (ou está a acontecer) com "O Grande Mestre", "O Mordomo", "The Immigrant", "Snowpiercer" ou "The Young and Prodigious T.S. Spivet". Todos eles viram a sua distribuição nos EUA e a consequente carreira comercial afetada, adiada, ou pura e simplesmente destruída, pelas imposições do Sr. Weinstein.

Após a passagem por Cannes, ainda não é conhecida a data em que "Grace do Mónaco" chegará às salas portuguesas.

Curtas Vilda do Conde 2020