Cartaz de cinema

​ 2º Encontro Mundial de Festivais de Cinema de Ambiente regressa a Seia

Publicado em 8 Out. 2019 às 12:50, por , em Notícias de cinema (Temas: Festivais de cinema)

​  2º Encontro Mundial de Festivais de Cinema de Ambiente regressa a Seia

Seia volta a ser o centro do debate internacional com a realização do II Fórum Internacional de Festivais de Cinema de Ambiente.

A mesma cidade que há 25 anos acolhe o único Festival de Cinema Ambiental existente em Portugal organiza, este ano, o II Fórum Internacional de Festivais de Cinema de Ambiente (FIFCA). A conferência acontece a 12 de outubro, sábado, às 09h30, no mesmo dia em que também arranca oficialmente a grande festa do Cinema Ambiental, o CineEco, na Casa da Cultura de Seia, às 21h30.

O Centro de Interpretação da Serra da Estrela (CISE) será a casa do debate internacional sobre a educação territorial e ambiental através do cinema, a emergência climática e sobre o papel das novas gerações nas alterações do clima.

A cerimónia de abertura acontece às 09h30 com a presença dos representantes das entidades oficiais. Pelo CISE vão assegurar presença cineastas, documentaristas, diretores de Festivais de Cinema Ambiental, jornalistas, ativistas, profissionais de várias áreas da cultura à educação, estudantes e população em geral.

De destacar a presença do fotógrafo e ativista norte-americano, Timothy Bouldry. Viaja pelo mundo a fotografar as lixeiras e a colecionar histórias marcantes sobre os recolectores de lixo e de 'tesouros' que outros escolhem deitar fora.

Através do Right Path Project 501c3, Bouldry tem vindo a encontrar soluções para a mudança de vida de algumas das pessoas que fotografa e com quem se cruza nas lixeiras, quer seja na "La Chureca", Nicarágua, ou no bairro de Escuintla na Guatemala, no Uganda, na Índia, Honduras, ou em campos de refugiados sírios.

De salientar ainda o regresso a Portugal da documentarista e jornalista Bárbara Veiga. A autora do livro "7 anos, em 7 mares" cruzou oceanos, atuou em causas socio-ambientais em mais de 80 países e visitou inóspitas paragens em todo o mundo. Veiga dedica a vida a trabalhar em causas ambientais para as organizações Greenpeace, Sea Shepherd e Avaaz.

Na conferência do dia 12 assegura igualmente presença de Kalyanee Mam, realizadora da curta-metragem vencedora da 6ª edição do GFN Award, "Mundo Perdido" ("Lost World"), anunciado em setembro na apresentação oficial do CineEco.

O Fórum conta com 2 painéis de debate: o painel da manhã será moderado por Francisco Teixeira, da Agência Portuguesa do Ambiente e o da tarde por Helena Freitas, do Centro de Ecologia Funcional, cátedra UNESCO em Biodiversidade e Desenvolvimento Sustentável.

Estão ainda confirmadas intervenções de Eleonora Izunsa, membro da direção da GFN e co-diretora do Festival de Cinema Ambiental- Cinema Planeta do México; Bruno Manique, do Centro Portugal Film Comission; Norberto Santos, coordenador do Grupo de Turismo, Património e Território – CEGOT da Universidade de Coimbra; Paula Sobral, presidente da Associação Portuguesa de Lixo Marinho; e de Francisco Ferreira, presidente da Associação ZERO e da FCT-NOVA.

A participação no Fórum é gratuita. Qualquer interessado deverá apenas efetuar a pré-inscrição no site oficial do CineEco. Os dias 13 e 14 de outubro serão respetivamente dedicados, em exclusivo, a um passeio turístico para convidados do CineEco e membros da rede de Festivais de Cinema Ambiente e à Assembleia Geral da GFN.

O Festival CineEco inclui nesta sua edição comemorativa dos 25 anos uma Seleção Oficial de 80 filmes, de 20 países, que abordam questões inerentes ao Ambiente e à Emergência Climática, uma reflexão geral sobre o impacto da ação do Homem na Terra.

O CineEco acontece entre 12 e 19 de outubro e continua a ser um evento gratuito e, este ano, volta a contar com uma vasta programação paralela a reter.

Desta feita, além de exposições, instalações artísticas indoor e outdoor, um cine-concerto, workshops e oficinas de educação ambiental, residências artísticas, e provas de vinho e de gastronomia local, estão asseguradas as Eco-talks, pontos de encontro e discussão para troca de experiências, oportunidades e contactos entre profissionais especializados nas áreas do ambiente" e do audiovisual, realizadores, diretores de cinema e participantes em geral.

Mais informações podem ser encontradas no site do Cine-Eco.